Quinta-feira, 26 de abril de 2018

ISSN 1983-392X

ABC do CDC

por Rizzatto Nunes

No futuro será assim? Ou já é?

quinta-feira, 26 de abril de 2018

Recebi um texto interessante sobre o sistema integrado de informações públicas e privadas da sociedade atual. Fiz algumas modificações e acréscimos e passo adiante com a pergunta: será que já estamos assim?

Segue:

O telefone toca:

-- Alô! De onde falam?

-- É do Google's Pizza.

-- Ah, desculpe, foi engano. Aí não era a Pizzaria Mais Sabor?

-- É aqui mesmo. A Google comprou. E as pizzas estão mais saborosas ainda...

-- Então tá! Anote meu pedido, por favor.

-- O senhor vai querer a de sempre?

-- Sim... Bem, você tem marcado aí o que eu costumo pedir?

-- Um momento. A planilha ligada a seu número de telefone aponta que nas últimas 8 chamadas, o senhor pediu uma grande, meia calabresa meia margherita, massa grossa.

-- É isso mesmo que eu quero...

-- Mas, um momento. Vejo que o senhor também pede por uma outra linha, a de final 8932. E por ali, nos últimos 4 pedidos, o senhor pediu uma grande de muzzarela.

-- É da casa da minha mãe, e ela não gosta de calabresa. Mas, eu gosto. Pode mandar meia calabresa, meia margherita.

-- Bem, posso sugerir, desta vez, uma mais leve? Tipo, meia ricota, meia rúcula com tomate seco, massa fina?

-- Irgh! Cruz credo! Nem parece pizza!

-- Não queremos ser estraga prazer... Mas, é que... Seu colesterol está elevado...

-- Como você sabe?

-- No cruzamento de sua linha com seu CPF e os cadastros de exames aos quais temos acesso, vejo aqui na sua planilha de saúde, que o senhor precisa se cuidar... Aliás, foi o que o cardiologista deve ter dito na consulta que o senhor fez no mês passado...

-- Ok, mas eu quero minha pizza! Estou tomando os remédios direitinho.

-- Desculpe-me, mas vejo que o senhor não tem tomado remédio regularmente. Pelo nosso banco de dados comerciais, faz 2 meses que o senhor adquiriu uma caixa com 30 comprimidos para colesterol com desconto na Rede Drogasil, onde é cadastrado. A receita médica mandava tomar 1 comprimido por dia. Logo, o senhor não está tomando seus medicamentos...

-- Posso ter comprado em outra farmácia!

-- Até pode, mas o senhor faz todos seus pagamentos com seu Cartão Mastercard Black, final 4804, e vejo que a última compra de medicamento foi mesmo há 2 meses

-- Agora eu te peguei. Posso ter pago com cheque ou dinheiro!

-- Cheque... O senhor retirou o último talão há mais de 1 ano. Foi há 14 meses e só foi passado um único cheque no valor de R$80,00 para pagar um almoço no Rascál. Nossos cadastros não falham... Provavelmente, naquele dia o senhor esqueceu o cartão de crédito em casa. E quanto ao dinheiro, só se pediu emprestado para alguém, pois o senhor não está acostumado a fazer retiradas no banco...

-- Ah, agora você falhou. Eu retiro todo mês R$1.200,00!

-- Sim, mas é para pagar sua ajudante doméstica. E, sem querer ser chato... o senhor poderia aumentá-la um pouco. Faz tanto tempo que ela trabalha na sua casa...

-- Como você sabe?

-- Ora, os dados do e-social demonstram isso.

-- Eu vou desligar. Não quero mais pizza!

-- Calma, senhor. Nós utilizamos essas informações apenas com a intenção de ajudá-lo.
-- Bem, mas não tá ajudando...

-- Desculpe. Acho que deveria ter ido mais devagar com o senhor. Veja como nós nos preocupamos. Na última vez que o senhor passou no pedágio, a câmara lá instalada deixou transparecer uma certa saliência em sua barriga...

-- Como?

-- E agora... Espere um pouco... Sim, pela câmara da padaria que o senhor frequenta, posso confirmar que sua barriga cresceu muito no último ano. Ah... Chegou a resposta: o senhor parou de ir à academia, porque agora tem que ir mais cedo ao seu trabalho...

-- Chega.

-- Espere mais um pouco. Eu tenho uma oferta pro senhor. A Google's Academia tem várias instalações e uma é bem pertinho de sua casa. O senhor pode começar a fazer esteira amanhã mesmo à noite. Nós oferecemos um bom desconto na primeira mensalidade. O senhor pode voltar a fazer esteira 3 vezes por semana, como fazia antes...

-- Chega! Estou cheio de vocês. De Google, de Facebook, de twitter, de WhatsApp, dessa falta de privacidade. Vou fugir para uma ilha deserta no meio do pacífico, onde não haja nada disso!

- Entendo senhor... Mas tem uma última coisa.

- O quê???

- Seu passaporte está vencido!

Era do Consumo
Rizzatto Nunes

Rizzatto Nunes é desembargador aposentado do TJ/SP, escritor e professor de Direito do Consumidor.