Domingo, 21 de setembro de 2014 Cadastre-se

ISSN 1983-392X

Gramatigalhas

por José Maria da Costa

Meado ou Meados?

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

dúvida do leitor

O leitor Diego Fernandes envia a seguinte mensagem ao autor de Gramatigalhas:

"Existe alguma diferença entre as palavras meado e meados? O correto é: 'em meado do século' ou 'em meados do século'? O professor José Maria pode me ajudar?"

envie sua dúvida

1) Particípio passado do verbo mear, empregado como substantivo, quer dizer chegado ao meio, próximo ao meio. Ex.: "No meado deste século, surgiu nova consciência acerca da preservação do ambiente".

2) Também usada no plural com o mesmo sentido. Ex.: "Em meados do mês passado, o réu se entregou à autoridade policial".

3) Domingos Paschoal Cegalla confirma a possibilidade de emprego do singular meado ou do plural meados, com o significado de parte média, de meio, acrescentando serem errôneas as formas meiado e meiados.

4) Sousa e Silva, realçando o caráter de particípio depoente de mear ou mear-se, com o significado de chegar ao meio, observa que "pode fazer de predicado em orações adverbiais reduzidas", em elegante construção, de que ele próprio fornece diversos exemplos: a) "Meado o mês de junho, embarcaremos para a França"; b) "Meado aquele ano, falecia meu pai"; c) "Meada a próxima semana, irei fazer-te uma visita".

5) Advertindo para a forma feminina meada do terceiro exemplo, que concorda com o sujeito a próxima semana, acrescenta tal autor que "a oração reduzida 'Meado o mês de junho' corresponde à desenvolvida 'Quando for meado o mês de junho', equivalente a estas outras: 'Quando mear o mês de junho', 'Quando chegar ao meio o mês de junho'".

Manual de Redação Jurídica
José Maria da Costa

José Maria da Costa é graduado em Direito, Letras e Pedagogia. Primeiro colocado no concurso de ingresso da Magistratura paulista. Advogado. Mestre e Doutor em Direito pela PUC/SP. Ex-Professor de Língua Latina, de Português do Curso Anglo-Latino de São Paulo, de Linguagem Forense na Escola Paulista de Magistratura, de Direito Civil na Universidade de Ribeirão Preto e na ESA da OAB/SP. Membro da Academia Ribeirãopretana de Letras Jurídicas.