Sexta-feira, 26 de maio de 2017

ISSN 1983-392X

Promotor - Insulto - Desembargadora

de 8/1/2017 a 14/1/2017

Esse senhor não tem perfil para ser promotor de Justiça (Migalhas 4.026 - 9/1/17 - "!!!" - clique aqui)...

Cláudio Pio de Sales Chaves - 9/1/2017

Além dos exames de conhecimentos jurídicos para ingresso à Instituição, traria mais segurança a introdução do exame psicoemocional (Migalhas 4.026 - 9/1/17 - "!!!" - clique aqui).

Luiz Francisco Fernandes - 9/1/2017

E vice-verca, como diz um amigo, conheço muita doméstica que tem cara de desembargadora (Migalhas 4.026 - 9/1/17 - "!!!" - clique aqui). Que bobagem! Este Promotor deveria ficar calado.

Ademir Andrade - 9/1/2017

Muito "bonito" para sua Excelência o Promotor Público publicar essa sandice (Migalhas 4.026 - 9/1/17 - "!!!" - clique aqui). Em vez disso, deveria voltar aos bancos acadêmicos para se recordar que as ideias tenebrosas de "atavismo lombrosiano" do século XIX, restaram amplamente desacreditadas, ainda naquele longínquo século. Tome tenência Excelência! Pense, pense muito antes de falar e pense, pense muitíssimo mais antes de escrever. Este comentário refere-se somente à malgrada manifestação de sua Excelência, o Promotor Público. Não estou, em hipótese alguma, defendendo a Desembargadora.

José Batista - 9/1/2017

Este funcionário público não será exonerado como qualquer outro que se comporta desta maneira (Migalhas 4.026 - 9/1/17 - "!!!" - clique aqui)?

João Batista Garcia dos Santos - 11/1/2017

Vale insistir: é preciso instituir exame de suficiência emocional nos concursos públicos (Migalhas 4.026 - 9/1/17 - "!!!" - clique aqui). Tenho plena convicção de que um número até surpreendente de candidatos a promotor, juiz e delegado seria reprovado.

Luiz Francisco Fernandes - 13/1/2017

Comente