Domingo, 24 de setembro de 2017

ISSN 1983-392X

Janaina Paschoal - Poderes do MP

de 10/9/2017 a 16/9/2017

"O Ministério Público tem que ser fiscalizado e não pode investigar, o exemplo está aí, também deve ser repensada a exclusividade da ação penal, pois se tornou um instrumento de barganha, como ficou claro no caso da JBS e seu advogado Miller, ex-procurador e braço direito de Janot (Migalhas quentes - 10/9/17 - clique aqui). A negociata foi descoberta graças a ação da Polícia Federal, que agora deve investigar a espúria ligação da PGR e a JBS. Vergonha alheia!"

Renato Coletes - 10/9/2017

"Excelente artigo da professora Janaína Paschoal (Migalhas quentes - 10/9/17 - clique aqui)!"

Tania Prado - 10/9/2017

"Estou a me perguntar que altura da república chegamos (Migalhas quentes - 10/9/17 - clique aqui)?"

Edimar de Oliveira - 11/9/2017

"É um absurdo concentrar poderes em uma só instituição (Migalhas quentes - 10/9/17 - clique aqui). Como pode o MP ser o fiscal da lei, ao mesmo tempo tem o poder de acusar e investigar? Quem deve investigar é a polícia e encaminhar o procedimento para o MP oferecer a denúncia, creio ser por aí."

Antonio Aleixo Carqueno - 11/9/2017

Comente