Domingo, 24 de setembro de 2017

ISSN 1983-392X

"As autodenominadas 'joias da coroa' da JBS comprovaram ser meras bijuterias, sem valor algum (Migalhas quentes - 10/9/17 - clique aqui). Ouro de tolo."

Milton Córdova Júnior - 11/9/2017

"Nova especialidade da JBS: carne moída (de Joesley) (Migalhas quentes - 4/9/17 - clique aqui)."

Milton Córdova Júnior - 11/9/2017

"Pau que bate em Chico bate em Francisco. E em Janot também."

Milton Córdova Júnior - 11/9/2017

"No caso J&F, o que acho interessante é o fato de, aparentemente, o crime não ter sido a propina, mas a gravação da efetivação da propina. Gravado o presidente, qual a providência? Proibir o uso de qualquer artefato com possibilidade de gravar, ou seja, a propina é válida, só não pode comprovar. Como afirmou o ministro Barroso: 'De repente, todo mundo descobriu a JBS. É um estado rancoroso e vingativo, tende a sofrer retaliação após um de seus sócios denunciar o presidente. A JBS vai virar terra arrasada', ou seja, o 'crime' não é a falcatrua, mas a divulgação."

Othon Fialho Blessmann - 11/9/2017

"É sempre lúcida a doutora Janaína e o excesso de poderes tem que ser cortado. Mas a operação Lava Jato mostrou ao país que o grande sucesso obtido contra a corrupção foi graças ao empenho do MPF e da Polícia Federal (Migalhas quentes - 10/9/17 - clique aqui). Em terceiro lugar (e bastante atrasada!) vem a Receita Federal que combatendo a lavagem de dinheiro, a sonegação fiscal, o uso de caixa dois, as fraudes contábeis e a fuga de capitais se mostrou um verdadeiro fiasco."

Abílio Neto - 12/9/2017

"Ouvi de catedráticos da USP e de um doutor em Sociologia em Oxford: 'o Congresso se encontra de costas para o povo e de frente para o espelho'. Concordo com o 'de costas para o povo' e não consigo entender o 'de frente para o espelho'. Não vejo como esses congressistas, na verdade integrantes da maior quadrilha que aparelhou o Estado brasileiro, poderiam ter condições de encarar o 'homem que mora no espelho', acho que não, não e não! Esse olhar no espelho requer pelo menos 'um pingo de vergonha na cara', coisa que pelo mínimo que somos informados pelas mídias de todos os tipos, não combina com esse pessoal. Ao final, ouvi ainda que a Câmara dos Deputados se ocupa de uma CPMI para investigar os meandros da negociação ou delação premiada com o Grupo do Joesley (antes sócio do Palácio do Planalto). Vejo nessa movimentação muito mais interesse em antecipação e tentativa de buscar socorro a qualquer custo, do que, propriamente, como já comentou o senador Alvaro Dias, algo que possua algum foco ou interesse público a ser defendido. Estão todos buscando utilizar de todos os meios e recursos para preparar a ordem de 'abandonar o navio', e tenho certeza que a ética da Marinha não vai prevalecer, pois, o 'capitão' será um dos primeiros a se atirar da ponte. Então fica só um Deus nos salve e mais nada."

Cleanto Farina Weidlich - 12/9/2017

"Pau que bate em Chico, nem sempre acerta Francisco (Migalhas 4.193 - 12/9/17 - "Caiu a internet?" - compartilhe)."

Thiago Custodio Pereira - 15/9/2017

"Magistrado não precisa prestar exame de Oordem para obter registro na OAB. É uma pequena mamata que beneficia os togados."

Hermes Vargas dos Santos - 16/9/2017

Comente