Domingo, 24 de junho de 2018

ISSN 1983-392X

"Não é novidade (Migalhas nº 4.313 - 12/3/18 - "Às escondidas" - compartilhe). A ministra, como todo (quase todos) o cidadão que passa para o outro lado do balcão com rendimentos 'imexíveis', julga-se além de nós reles mortais. E o STF vai se nivelando por baixo. É triste, dona Cármem."

José Ibagy - 12/3/2018

"Há muito ando preocupado com a diminuição do Supremo, sobretudo pela aparente submissão à mídia e à vaidade, daí, sobretudo, a dificuldade do exercício da presidência da Corte, cujos eventuais pecados, são apenas isto, ou seja, a dificuldade de um juiz, e ela o é, exercer o malabarismo que está sendo imposto ao cargo, distante do ex-Sumo Areópago e mais próximo de um Cirque du Soleil, não cabendo nem merecendo essa vergonhosa agressão, mormente provindo dessas elegantes páginas de Migalhas (Migalhas nº 4.313 - 12/3/18 - "Às escondidas" - compartilhe)."

Eduardo W. de V. Barros - 12/3/2018

Comente