Segunda-feira, 25 de junho de 2018

ISSN 1983-392X

Gramatigalhas

de 10/6/2018 a 16/6/2018

"Uma pena que haja tão pouco conhecimento da nossa língua pelos debatedores (Gramatigalhas - 18/8/10 - "Risco de morte ou risco de vida?" - clique aqui). Este caso é muito simples, e não requer estudos de especialistas, porque esta expressão tem origem na frase 'correr risco de perder a vida', que com o uso continuado e extenso, foi abreviada para 'risco de vida', tal qual a expressão 'não é?', que com o tempo, transformou-se em 'né?', simples assim; é apenas uma expressão, que tem no bojo uma frase maior."

Napoleão Oliveira Gomide Filho - 11/6/2018

"Lendo o 'Migalhas' mais recente, deparei-me com a seguinte frase: 'Pedidos autorais, sem valor determinado, não implicam necessariamente na extinção da ação." Gostaria de perguntar ao prof. José Maria se o verbo implicar, nesse caso, deveria pedir a extinção da ação (objeto direto)."

Paulo Gilberto Morais dos Santos - 12/6/2018

"Melhor data venia que a form a indicada pelo prof. José Maria para nomeação das leis, é antepor-lhe o respectivo número. Assim, lei 5.869/73 (presume-se federal lei), Lei Estadual 6.789/14, Lei Municipal 789 etc."

José Geraldo Braga da Rocha - 13/6/2018

"Já li o artigo que esclarece as dúvidas quanto ao emprego correto do verbo em orações com sujeitos compostos. Na situação que segue, entretanto, continuo sem certeza de qual o emprego correto: 'O uso da vírgula e pontuações não foi/foram em vão'. O verbo flexiona ou permanece no singular em consonância com o núcleo do sujeito?"

Raimundo Santana - 14/6/2018

"E em relação ao 'Decreto-Lei' (Gramatigalhas - 13/6/18 - "Lei Federal ou Lei federal?" - clique aqui)? A mesma lógica deve ser seguida, mesmo que se trate de uma palavra com hífen?"

José R. dos Santos Neto - 14/6/2018

"Com vista a x com vistas a? Já pesquisei e ainda não obtive nenhuma explanação convincente afeta à diferença entre as expressões em tela. Grato de antemão pela atenção!"

Bruno Araújo de Souza - 15/6/2018

Comente