Sexta-feira, 20 de outubro de 2017

ISSN 1983-392X

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Seleção

Concurso do TST 2017 define banca organizadora e prevê edital para julho

Mais um ótimo concurso federal previsto para 2017, o concurso do TST 2017 (Tribunal Superior do Trabalho) já recebeu autorização e definiu a banca organizadora responsável pelo processo seletivo dos candidatos.

De acordo com a Secretaria de Comunicação Social do TST, a Fundação Carlos Chagas (FCC) foi a instituição escolhida para organizar o concurso do tribunal, cuja dispensa de licitação foi publicada no Diário Oficial da União de 13 de abril.

De acordo com o diretor de Gestão de Pessoas do Tribunal, José Railton Silva Rego, o projeto do concurso do TST 2017 já está finalizado, e a seleção visa preencher vagas imediatas e formar cadastro de reserva para os cargos de técnico judiciário e analista judiciário.

Agora, o próximo passo para a realização do concurso do TST é a assinatura do contrato de prestação de serviços com a FCC, que deve acontecer nas próximas semanas. Segundo a assessoria de imprensa do tribunal, a previsão é de que a divulgação do edital do concurso do TST ocorra em julho.

De acordo com José Railton Silva Rego, o próximo concurso do TST abrirá vagas nas funções de técnico judiciário - área administrativa, área de segurança judiciária e na área de programação, carreiras que exigem escolaridade de nível médio e nível técnico, para algumas áreas.

Já para quem tem formação de nível superior, a seleção abrira oportunidades para as carreiras de analista judiciário - área administrativa, área judiciária, área de contabilidade, área de análise de sistemas, área de tecnologia da informação e área de taquigrafia. Os valores das remunerações de técnico e analista são de R$ 6.167,99 e R$ 10.119,93, respectivamente.

Último concurso do TST

Sob a organização da FCC, o último concurso do TST foi realizado em 2012 e abriu 37 vagas imediatas e cadastro de reserva para as funções de técnico judiciário a analista judiciário. Os candidatos foram avaliados por meio de prova objetiva de múltipla escolha, estudo de caso e redação.

A carreira de técnico ofereceu oportunidades para as especialidades administrativa, administrativa - segurança judiciária e apoio especializado - programação. Já o cargo de analista ofertou oportunidades para as áreas judiciária, administrativa, apoio especializado – contabilidade, análise de sistemas, suporte em tecnologia da informação, medicina do trabalho e taquigrafia.

____________

WIDE DESENVOLVIMENTO HUMANO E TECNOLOGIA S.A.