Quinta-feira, 23 de novembro de 2017

ISSN 1983-392X

quarta-feira, 1º de novembro de 2017

Entenda o que um Analista Judiciário faz

O Analista Judiciário pode atuar em diversas áreas como: na área Administrativa, que exige formação em qualquer curso de nível superior; na área Judiciária que exige formação em Direito; ou em áreas de Apoio Especializado, que pedem que o candidato tenha registro em seu conselho de classe (seja ele em Medicina, Psicologia, Comunicação, Contabilidade etc).

Esse cargo é tão popular e necessário como o cargo de escrevente, afinal, é comum entre todos os Tribunais de Justiça ou Tribunais Federais. O salário pode chegar até R$ 9.400,00, dependendo do foro e da região.

O que faz um Analista Judiciário?

As atribuições do cargo de Analista Judiciário podem ser também de natureza administrativa (recursos humanos, atendimento ao público, arquivos e afins) ou jurídica (trabalhar diretamente com o juiz). Existem casos de oficial de justiça que são responsáveis pelas sentenças que devem ser cumpridas.

Entramos em contato com o Tribunal de Justiça do Paraná que nos forneceu especificamente as funções de um analista judiciário, que incluem:

- Analista Judiciário – Área Jurídica

Atividades de planejamento, organização, coordenação, supervisão técnica, assessoramento, estudo, pesquisa, elaboração de certidões, pareceres, execução, conferência e redação de documentos; conferência de expediente diversos; laudos ou informações e execução de tarefas de natureza e grau de complexidade correlatos.

- Analista Judiciário – Área Administrativa

Atividades de execução qualificada sob orientação e supervisão, envolvimento funções de contabilidade, finanças e auditoria públicas; contar, em todos os feitos, antes da sentença ou de qualquer despacho definitivo, mediante ordem do Juiz, os emolumentos e as custas; proceder à contagem do principal e dos juros nas ações referentes a dívidas em quantias certas e nos cálculos aritméticos que se fizerem necessários relativamente a direitos e obrigações; fazer o cálculo para pagamento de impostos; elaborar cálculos em geral, bem como proceder à contagem de custas e preparo de recursos; elaborar e efetuar laudos de avaliação; expedir certidões de atos e documentos de sua exclusiva competência; executar outras tarefas de natureza e grau de complexidade correlatos.

Ultimamente, os concursos de Tribunais se tornaram muito atrativos e concorridos. Se prepare da melhor forma com os cursos online do IOB Concursos. Clique aqui e comece a estudar grátis!

_____________

WIDE DESENVOLVIMENTO HUMANO E TECNOLOGIA S.A.