Domingo, 20 de agosto de 2017

ISSN 1983-392X

Editorial Migalhas

Desengano no julgamento do mensalão

"Por mais que seja duro dizer isso, o fato é que não há cadeia para ninguém na história".

terça-feira, 3 de julho de 2012

Acerca do mensalão, muito se tem sido dito, mas pouco tem dado para se ouvir. O que nos parece é que o Supremo será vítima de um enredo que ele próprio ajudou a construir.

Um processo, com 40 réus, não pode, em lugar nenhum do mundo, ocupar um mês inteiro (no mínimo) do órgão máximo da Justiça de um país. No fórum da Barra Funda, p. ex., um único juiz criminal faz isso em um dia ou dois. A movimentação midiática em torno do julgamento do mensalão é contraproducente.

O final, apostamos, será frustrante. E o pior é que fica a impressão que é tudo para inglês ver, porque, como já se sabe, as defesas estão postas e os votos, muitos deles, prolatados.

E por mais que seja duro dizer isso, o fato é que não há cadeia para ninguém na história. Alguns serão absolvidos, e os condenados pegarão penas nas quais que se livrarão soltos. Ficará a simbologia da condenação, o que não é pouco. Mas para quem espera, como a mídia, ver o sangue jorrar, o final será como a montanha a parir um rato.

patrocínio

VIVO

últimas quentes