Quinta-feira, 24 de julho de 2014 Cadastre-se

ISSN 1983-392X

TV Migalhas

O Poder Judiciário da Paraíba

Conheça o Judiciário onde as custas judiciais são as mais elevadas do Brasil.

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

O “Portal do Sol” já nasceu pronto. João Pessoa nasceu cidade, não tendo passado pela condição de vila, pois foi fundada pela cúpula da Fazenda Real, em uma Capitania da Coroa Portuguesa, em 5 de agosto de 1585, às margens do rio Sanhauá, afluente do Rio Paraíba.

Era de interesse estratégico da Coroa proteger e resguardar Pernambuco, a capitania vizinha, uma das poucas que tiveram êxito contra os ataques consistentes dos estrangeiros, aliados dos indígenas.

Onde o sol inaugura seu brilho nas Américas, na terra de Ariano Suassuna, está a sede do Estado paraibano. E é neste Estado, também, onde o Poder Judiciário tem características únicas em comparação com as demais unidades da Federação.

O TJ/PB há tempos ostenta o título de Tribunal com custas judiciais mais elevadas. Na última pesquisa realizada por Migalhas, o valor das custas em uma hipotética ação de cobrança no valor de R$ 100 mil era de R$ 7.157,74. Apenas para comparar, no DF, que ocupa o extremo oposto da tabela, a mesma ação geraria custas de R$ 372.

Apesar de inúmeras adversidades, seja pela alta custa processual ou pela precariedade da defensoria pública, o ensino do Direito na Paraíba é referência nacional. O Estado tem diversas faculdades, entre elas as públicas Universidade Estadual da Paraíba, Universidade Federal da Campinha Grande e Universidade Federal da Paraíba.

A Universidade Federal da Paraíba tem figurado em diversos rankings de maiores aprovações nos exames de Ordem. Os mais recentes foram a 2ª colocação no ranking nacional de aprovação, em maio e, neste mês de agosto, figurou em 7º lugar.

Tribunal

A história do TJ/PB também tem sua particularidade: ela é dividida em duas fases. Criado em 1891, foi dissolvido em 1892, na época do Floriano Peixoto, sendo restaurado ainda naquele ano.

Com 121 anos de história, a missão atual do Tribunal é concretizar a Justiça por meio de uma prestação acessível, célere e efetiva, com grau de excelência até 2014 na prestação de serviços.

leia mais

últimas quentes