Quinta-feira, 17 de agosto de 2017

ISSN 1983-392X

Boa Vista

Movimento do comércio cai 1,0% em abril

Para as próximas aferições aguardam-se resultados mais otimistas.

sábado, 20 de maio de 2017

Dados do varejo apurados pela Boa Vista Serviços S/A apontam que o movimento do comércio caiu 1,0% em abril, considerando as informações mensais com ajuste sazonal. Na avaliação acumulada em 12 meses (maio/16 até abril/17) houve queda de 3,4% frente aos 12 meses antecedentes. Já na comparação mensal contra o mesmo mês do ano anterior, houve diminuição de 5,2%.

Desde novembro de 2016 o indicador do varejo vem gradualmente se recuperando quando observado na aferição acumulada em 12 meses, ainda que apresente um ritmo menor do que o esperado no início do ano. Contudo, para as próximas aferições aguardam-se resultados mais otimistas, uma vez que os efeitos da redução de juros iniciada no terceiro trimestre de 2016 devem ser observados com maior intensidade, assim como uma melhoria dos níveis de renda, continuidade da redução do nível de preços, entre outros fatores.

Setores

Na análise mensal, dentre os principais setores, o setor de "móveis e eletrodomésticos" apresentou queda de 3,7% entre março e abril, descontados os efeitos sazonais. Nos dados sem ajuste sazonal, a variação acumulada em 12 meses foi negativa em 3,2%.

A categoria de "tecidos, vestuários e calçados" subiu 0,6% no mês, expurgados os efeitos sazonais. Já na comparação da série sazonal, nos dados acumulados em 12 meses houve recuo de 8,6%.

A atividade do setor de "supermercados, alimentos e bebidas" subiu 0,6% no mês na série dessazonalizada. Na série sem ajuste, a variação acumulada em 12 meses recuou 2,2%.

Por fim, o segmento de "combustíveis e lubrificantes" apresentou queda de 0,2% em abril considerando dados dessazonalizados, enquanto na série sem ajuste, a variação acumulada em 12 meses apresentou queda de 4,6%.

Abaixo a tabela contemplando os valores mencionados.

____________

Boa Vista Servicos S/A

leia mais

informativo de hoje

patrocínio

VIVO

últimas quentes