Sábado, 23 de setembro de 2017

ISSN 1983-392X

Greenfield

Procurador auxiliar no TSE é preso suspeito de envolvimento na operação Greenfield

PF também cumpriu mandados de busca e apreensão no gabinete de Ângelo Goulart Villela.

quinta-feira, 18 de maio de 2017

O procurador da República Ângelo Goulart Villela, que atua no TSE, foi preso na manhã desta quinta-feira, 18.

Segundo o próprio PGR Rodrigo Janot afirmou em nota, o procurador e o advogado do DF Willer Tomaz, que também foi preso, são investigados por tentativa de interferir nas investigações da operação Greenfield, que envolve o Grupo J&F, e de atrapalhar o processo de negociação de acordo de colaboração premiada de Joesley Batista.

A PF foi ao Tribunal cumprir mandados de busca e apreensão no gabinete do procurador. O procurador-Geral da República também determinou a exoneração de Villela da função de assessor da Procuradoria-Geral Eleitoral junto ao TSE e revogou sua designação para atuar na força-tarefa do caso Greenfield.

leia mais

patrocínio

VIVO

últimas quentes