Segunda-feira, 24 de abril de 2017

ISSN 1983-392X

2011

O Distrito de Pouso Alegre foi criado por Alvará Régio de 6 de novembro de 1810 e o Município com território desanexado do Município de Campanha, por Decreto de 13 de outubro de 1831, instalando-se a 7 de maio do ano seguinte.

A sede municipal recebeu foros de cidade pela lei provincial 433, de 19 de outubro de 1848.

A lei estadual 2, de 14 de setembro de 1891, confirmou a criação do distrito-sede do Município de Pouso Alegre, que, na Divisão Administrativa de 1911 se compõe de 4 distritos: o da sede e os de Congonhal (criado pela lei provincial 2.650, de 4 de novembro de 1880), Borda da Mata (lei provincial 901, de 8 de junho de 1858) e Estiva (lei provincial 1. 654, de 14 de setembro de 1870, com o nome de N. S.ª da Conceição da Estiva).

Nos quadros de apuração do Recenseamento Geral de 1 de setembro de 1920, o Município continua constituído por 4 distritos: Pouso Alegre, Carmo da Borda da Mata, (ex-Borda da Mata), Nossa Senhora da Estiva (Estiva) e São José do Congonhal (Congonhas) .

Por efeito da lei estadual 843, de 7 de setembro de 1923, Pouso Alegre perdeu o distrito de Borda da Mata (antigo Carmo da Borda da Mata), cujo território passou a constituir o novo Município desse nome. Assim, na Divisão Administrativa fixada pela referida lei, o Município de Pouso Alegre abrange 3 distritos: o da sede e os de Estiva (amigo Nossa Senhora da Estiva) e São José do Congonhal. Idêntica composição aparece não só no quadro da Divisão Administrativa de 1933, como nos das divisões territoriais de 1936 e 1937 e no anexo ao Decreto-lei estadual n.° 88, de 30 de março de 1938.

Dá-se o mesmo nas divisões judiciário-administrativas do Estado, estabelecidas pelos decretos-lei estaduais números 148, de 17 de dezembro de 1938 e 1.058, de 31 de dezembro de 1943, para vigorarem respectivamente, nos quinquênios 1939-1943 e 1944-1948, nas quais o topônimo do distrito de São José do Congonhal foi simplificado para Congonhal.

Pela lei 336, de 27 de dezembro de 1948, Pouso Alegre perdeu o distrito de Estiva, cujo território passou a constituir o Município de igual nome. A mesma lei criou, subordinado ao Município de Pouso Alegre, o distrito de Senador José Bento. Dessa forma, no quinquênio 1949-1953, o Município abrangia 3 distritos: o da sede e os de Congonhal e Senador José Bento. A lei 1.039, de 12 de dezembro de 1953, desmembrou de Pouso Alegre os distritos de Congonhal e Senador José Bento, que passaram a constituir juntos o novo Município de Congonhal. Desde então, o Município possui um só distrito: o da sede.

_______________

A história de Pouso Alegre, antigo Arraial de Bom Jesus de Matozinhos do Mandu, tem início no despertar social e econômico da rica região sul-mineira. Data mais ou menos de 1596 o devassamento, pelos bandeirantes paulistas, do Alto Sapucaí, por onde passaria em 1601, conforme Diogo de Vasconcelos, a expedição de D. Francisco de Souza, da qual fazia parte o alemão Glimmer, o primeiro naturalista a penetrar naquelas paragens.

O primeiro marco de povoação em terras de Pouso Alegre teria sido lançado no século XVIII por João da Silva, assim relatado no Almaneque Sul-Mineiro de 1874, organizado por Bernardo Saturnino da Veiga: "Segundo tradição que se tem conservado, quem primeiro habitou às margens do Mandu foi o aventureiro de nome João da Silva.

Segundo alguns autores, o batismo da localidade como Mandu se derivou da corruptela do nome de um pescador ou tropeiro, que se chamaria Manuel atendendo pela alcunha de Manduca ou simplesmente Mandu, e que teria sido o primeiro povoador da região. Segundo outros, do tupi-guarani mandi-yu (mandi = peixe e yu = amarelo). Atestam Marques de Oliveira e Augusto Vasconcelos que até 1799 a florescente povoação localizada às margens do Mandu era também conhecida pelo nome desse rio

Crescendo a população do lugar, a cerca de seis léguas da Freguesia de Santa Ana do Sapucai, foi construída uma capela em 1789, erguida em terreno doado por Antônio José Machado e sob a invocação do Senhor Bom Jesus de Matozinhos. Benta possivelmente a 18 de abril de 1802, teve por capelão o padre José de Melo.

Oito anos depois de inaugurada a capela, foi o povoado elevado à categoria de freguesia colada a do Senhor Bom Jesus de Pouso Alegre, vulgarmente chamada Mandu. Nomeado Vigário Colado e da Vara da Freguesia o Padre José Bento Leite Ferreira de Melo, natural de Campanha, tornou-se a figure central da história de Pouso Alegre em seu tempo.

Em 1830, o Padre Bento, auxiliado por seu coadjutor, padre João Dias de Quadros Aranha, fundou o Pregoeiro Constitucional, jornal de grande relevo na vida política da época, sendo o primeiro a sair no sul de Minas e o quinto na Província Foi em suas oficinas que se imprimiu o projeto da nova Constituição do Império, chamada "Constituição de Pouso Alegre", preparada por membros do Partido Moderador no intuito de satisfazer as exigências dos mais avançados e pacificar os demais.

No dia 7 de maio de 1832 foi levantado o pelourinho, símbolo da emancipação municipal, no Largo da Alegria. No ano seguinte, quando irrompeu a sedição militar em Ouro Preto, Pouso Alegre fez-se presente ao lado da legalidade, enviando numeroso contingente.

Com a renúncia do padre Diogo Antônio Feijó ao cargo de Regente do Império, e consequente mudança da situação política no país, foi organizado no município, o Partido Conservador, chefiado por Antônio de Barros Melo.

No ano de 1842, agravaram-se as lutas políticas locais em consequência da agitação em todo o pais, que culminou com a revolução de 42, atingindo as Províncias de São Paulo e de Minas Gerais. Em Baependi, no sul de Minas, travou-se um combate, com a participação de 360 soldados legalistas de Pouso Alegre, comandados pelo Coronel Julião Florêncio Meyer.

Em fins de 1849, teve início a construção da nova Matriz benzida em 21 de novembro de 1857 e posteriormente transformada em Catedral. Demolida esta, construiu-se outra para sede do Bispado.

____________

Locais turísticos

Mercado Municipal

Ponto de encontro de antigos e novos moradores de Pouso Alegre, o "Mercadão", como é conhecido, deixou de ser apenas um lugar para as compras de hortifrutigranjeiros para se tornar um relaxante e descontraído ambiente para bate papos e degustação do delicioso pastel de farinha de milho, que é o atrativo principal da culinária local.

Catedral Metropolitana

Símbolo máximo da religiosidade pousoalegrense, um dos mais conhecidos cartões postais do município. Os vitrais e a arquitetura grandiosa, tornaram a Catedral fonte inspiradora de artistas plásticos de toda a região.

Conservatório Estadual de Música Juscelino Kubitschek de Oliveira

O Conservatório Estadual de Música Juscelino Kubitschek de Oliveira, tem 53 anos de atividades e é um dos 12 Conservatórios de Minas Gerais, sendo um dos maiores e mais reconhecidos.

Localizado na região central da cidade, funciona em um prédio tombado pelo Patrimônio Histórico Municipal (antigo Colégio Santa Dorotéia), em estilo neoclássico, com 4 andares, dispondo de 70 salas de aulas, salas de ensaios, biblioteca, auditório com 200 lugares para apresentações e 15 dependências administrativas.

Oferece cursos de Educação Musical, Instrumentos Musicais, Canto individual, Canto Coral (infantil, adulto e 3ª idade), Artes Cênicas, Artes Visuais, Dança Folclórica, Prática de conjunto Popular e Erudito, Prática de Orquestra, Cameratas, Corais, Artesanato, Decoração e Fanfarra.

Cristo Redentor

Conhecido como o 2º maior do Brasil, o Cristo Redentor possui 32 metros de belíssimo mirante e um grande projeto já em andamento, para a construção de lanchonete, sanitários, estacionamento e rampa de voo livre.

____________

Personalidade

Walter Moreira Sales – Nasceu em Pouso Alegre no dia 28 de maio de 1912. Empresário, banqueiro, diplomata e advogado, formado na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, brasileiro. Foi ministro da Fazenda do Brasil, no governo João Goulart. Em 1924 seu pai, João Moreira Sales, fundou em Poços de Caldas a Casa Bancária Moreira Salles. Em 1933, Walter tornou-se sócio da casa que, em 15 de Julho de 1940, foi elevada à condição de Banco Moreira Salles, após fusão com mais três bancos da região.

____________

Segundo os dados do Recenseamento Geral de 1950, era de 28.731 habitantes a população do município. A densidade demográfica de 42 habitantes por quilômetro quadrado.

Atividade econômica

A produção agrícola do município, em 1955, foi expressa pela produção e milho, seguido de arroz e feijão.

A economia do município está fundamentada em sua maior parte nas atividades agropecuárias, incluindo-se a sua indústria rural.

Os principais ramos industriais são: latas brancas e litografadas, guarda-chuvas e sombrinhas, plantadeiras de arroz, calçados para homens e senhoras, sandálias em geral, banha de porcos e derivados, laticínio em geral, vassouras de piaçava, etc.

Meios de transporte

O território municipal é cortado por 183 quilômetros de estrada de rodagem, dos quais 41 se acham sob a administração federal, 37 sob a estadual e 105 sob a municipal.

Em 1955, encontravam-se registrados, no órgão competente, 132 automóveis, 27 camionetas, 77 caminhões e 10 ônibus.

Vias de comunicação

Possui o município uma agência postal-telegráfica e conta com serviço telefônico urbano e interurbano.

Comércio e Banco

Conta a população do município com 5 estabelecimentos comerciais atacadistas situados na sede, e ainda com 158 varejistas, destes 140 se localizam na cidade. Dispõe, também, de 6 agências bancárias.

Serviço telefônico

Há na cidade um serviço telefônico, cuja rede compõe-se de 389 aparelhos; 5 hotéis e 7 pensões; 8 bombas de gasolina.

Ensino

Pouso Alegre possui 36 unidades de ensino primário fundamental comum, 4 ensino secundário, uma do ensino pedagógico, uma do ensino superior artístico, 4 do ensino industrial e duas do ensino comercial, que fazem da cidade importante centro de atração cultural na região.

Há instalada no município uma Agência Municipal de Estatística, órgão do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

____________