Quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

ISSN 1983-392X

Cenário

por FSB Inteligência

Cenário - 1.1.19

terça-feira, 1º de janeiro de 2019

Bolsonaro, presidente

Quase todos os protocolos foram seguidos e a posse do presidente Jair Bolsonaro cumpriu em horários e rituais o que manda a tradição.

O dia começou no Twitter com uma mensagem em vídeo de agradecimento e renovação de compromissos. Continuou na Esplanada dos Ministérios, se estendeu pelo Congresso Nacional, Palácio do Planalto e terminou no Itamaraty.

Os prognósticos se confirmaram. Por onde passou, Bolsonaro retribuiu em palavras e gestos muito do que marcou a campanha.

As mensagens fortes e diretas enfatizaram a ideia de mudança, realçando conceitos como meritocracia e independência.

O presidente sugeriu em diversos momentos que assume a Presidência da República para quebrar paradigmas na política, na economia e nos costumes.

Do ponto de vista estético, a posse imprimiu marcas importantes que devem ser absorvidas total ou parcialmente nos primeiros movimentos do novo governo.

Há muita expectativa quanto aos atos inaugurais. Bolsonaro prometeu medidas rápidas e de impacto real já a partir desta semana.

Discursos

Aos políticos e aos brasileiros

Jair Bolsonaro fez dois pronunciamentos à nação. Um no Congresso Nacional e outro no parlatório do Palácio do Planalto.

Ao falar no plenário da Câmara, o presidente propôs um pacto nacional e disse querer trabalhar a favor de uma sociedade sem discriminação ou divisões.

Os temas macro da agenda prioritária foram tratados de forma especial, ocupando trechos significativos do discurso às autoridades.

No parlatório, dirigindo-se à multidão que o aguardava na Praça dos Três Poderes, Bolsonaro incorporou um tom mais coloquial.

Aos simpatizantes, o presidente falou em "libertar" o país do socialismo, mencionou o drama da violência, reafirmou a defesa pelos direitos civis e a obediência à Constituição.

Público

Presença popular

O Gabinete de Segurança Institucional (GSI) estimou em 115 mil pessoas o público presente na Esplanada dos Ministérios.

As autoridades de segurança envolvidas na organização haviam projetado mais gente: algo entre 250 mil e 500 mil pessoas.

Personagens

Carlos e Michelle

A presença de Carlos Bolsonaro no Rolls Royce que transportou o casal presidencial pela Esplanada dos Ministérios foi uma das quebras de protocolo do dia.

Outro momento peculiar foi quando a primeira-dama Michelle Bolsonaro discursou no parlatório do Palácio do Planalto usando a linguagem de sinais.

Congresso

Bastidores

No Congresso, no Planalto e no Itamaraty a eleição para as presidências da Câmara e do Senado, em fevereiro, foi assunto recorrente.

Nova Esplanada 1

Quem é quem

Está disponível aqui uma breve síntese com os perfis dos ministros.

Nova Esplanada 2

Primeiro encontro

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, confirmou uma reunião ministerial na quinta-feira (3).

Nesse encontro de alinhamento serão discutidas datas e prioridades – nos moldes do que aconteceu quando foi divulgado o documento com recomendações e procedimentos aos novos ministros.

Oposições

Ausência

Como prometeram, PT e PSol não enviaram representantes à posse de Jair Bolsonaro.