Domingo, 19 de janeiro de 2020

ISSN 1983-392X

sexta-feira, 25 de janeiro de 2008

Mini-Conto

 

"Ninguém é escritor por haver decidido dizer certas coisas, mas por haver decidido dizê-las de determinado modo."

Jean-Paul Sartre

Ambos chegaram cansados. Sentaram-se num tronco de árvore, deixando as pastas do lado. Afrouxaram a gravata e se puseram a conversar.

- Lembras do Silva ?

- Aquele um moreno, de bigodes ?

- Sem bigodes. O que imitava peixes. Nunca vi imitador igual. Imitava truta, golfinho, bagre ...

- Mas golfinho não é peixe.

- Mas ele imitava golfinho.

- Então ele imitava mais do que peixe.

- Mais do que peixe, mas especialmente peixe : imitava bacalhau, salmão. Imitava lúcio, solha. Imitava lêmure.

- Lêmure é peixe ?

- Sim, lêmure é peixe. Imitava marlim, peixe-serra ...

- Grande imitador, hein ?

- Pois é. Morreu.

- De quê ?

- Afogado.

- Que ironia do destino. O nosso Silva morrer afogado.

E mais não disseram. Dali mesmo levantaram vôo, pasta embaixo do braço. Lá foram eles, em direção ao sul, imitando pássaros. Canários, ou pelicanos. Talvez gaivota ou morcego. Sei lá. Não entendo muito de aves.

Busca verbete por título

A B C D E F G H I J L M N O P Q R S T U V X Z

* Adauto Suannes desembargador aposentado do Tribunal de Justiça de São Paulo, membro fundador do IBCCRIM - Instituto Brasileiro de Ciências Criminais, da Associação Juízes para a Democracia e do Instituto Interdisciplinar de Direito de Família.

Lançamento


Uma sequência de histórias de ácida criticidade é o que apresenta Adauto Suannes em sua mais nova obra. O realismo e o bom-humor característicos do autor também se fazem presentes em cada um dos 28 capítulos de "Menas Verdades – causos forenses ou quase".

Como pontua o jornalista Juca Kfouri na apresentação do livro, os casos contados são deliciosos e exemplares, tanto para o bem quanto para o mal.

E, em cada linha, o autor transpira personalidade, seja na fluida linguagem, seja na criativa construção da narrativa: garantias de uma prazerosa leitura.

Cada exemplar da obra custa apenas R$ 35,00.