Sábado, 17 de agosto de 2019

ISSN 1983-392X

Congresso

Compliance 2012


Congresso

Compliance 2012

  • Data: 24 e 25/9
  • Horário: 9h às 17h30
  • Local: Pergamon Hotel (rua Frei Caneca, 80 – Consolação – São Paulo/SP)

O Congresso Compliance 2012 está em sua segunda edição e acontece nos dias 24 e 25/9, no Pergamon Hotel, em SP. Para a edição deste ano, a equipe IBC conversou com profissionais que são referência na área e construiu um programa totalmente inovador e abrangente, trazendo, através de experiências reais de profissionais com vivência empresarial em Compliance, uma discussão sobre as principais dificuldades enfrentadas por essa área nova que começa a ganhar corpo nas empresas brasileiras.

O evento irá discutir temas como Compliance e a cultura empresarial, relacionamento com o board da empresa, FCPA, UK Bribery Act e iniciativas de leis anticorrupção, definição dos riscos a serem monitorados, alinhamento da área à estratégia empresarial e a inserção do Compliance em diferentes áreas da companhia.

O evento também trará um workshop que abordará todas as facetas e metodologias para monitoração de conformidade de FCPA, com o objetivo de evitar multas e penalidades, ministrado por Isabel Franco, do Koury Lopes Advogados.

24/9 - segunda-feira

8h30 - Recepção e Credenciamento dos Participantes

8h50 - Abertura da Conferência pelo Presidente de Mesa

- Fábio Coimbra
Coordenador do MBA Gestão de Riscos e Compliance, e MBA Gestão Empresarial / Professor da Trevisan Escola De Negócios / FIA Escola De Negócios. Doutor e Mestre em Administração (FEA / USP), MBA Economia e Setor Financeiro (Fipe / USP) e cursos sobre gestão na Columbia University, NY. Experiência profissional em governança corporativa, gestão de riscos corporativos, controles internos, compliance, estratégia e planejamento estratégico, atuando em empresas como Banco Central do Brasil, Accenture, Telefónica e Lojas Americanas. Membro da comissão de riscos do IBGC, do GARP, do PRMIA e convidado do Audit Committee Institute - ACI KPMG Brasil.

1º Dia – Foco Estratégico

Primeiro dia totalmente focado na implementação, posicionamento e visão estratégica da área de Compliance dentro das empresas. Saiba como fazer e como posicionar a área através de exemplos e visões totalmente práticas!

9h - Em Debate: Delimitando Funções e Atribuições: Como Definir o Papel das Áreas de Compliance, Controles Internos, Auditoria Interna, Jurídica e de Riscos na Organização – Interfaces, Limites e Políticas

Um dos grandes desafios do Compliance, uma área ainda nova em muitas organizações, é delimitar suas atribuições quando outras áreas na empresa podem exercer atividades e procedimentos que muitas vezes parecem conflitantes. O objetivo deste debate de abertura é discutir esse ponto ainda nebuloso e esclarecer quais modelos, políticas e procedimentos podem ser adotados de acordo com a necessidade de cada organização.

Discuta os seguintes tópicos:

- Quais os limites de cada uma dessas áreas

- Como mapear os processos da área de Compliance

- Segregação clara de funções

- Interação e interface com cada uma das áreas correlatas

- Pyter Stradioto
Security & Compliance Manager – LatAm da HENKEL

- Claudio Yokota
Compliance da XP INVESTIMENTOS

10h15 - Coffee Break e Networking

10h45 - Detectando e Definindo os Principais Riscos a Serem Monitorados por Compliance: Quais são as Atribuições e, Principalmente, as Prioridades?

O Compliance deve visar o cumprimento de regras, fazendo com que a empresa esteja em conformidade com regras internas ou mesmo de órgãos fiscalizadores ou reguladores. Mas a definição e a priorização de quais riscos devem ser monitorados ainda é um desafio para muitas organizações.

Acompanhe os tópicos:

- Quais os principais riscos a serem monitorados?

- Observando e aplicando as particularidades de cada empresa ao programa de Compliance

- Definição de um plano de ação em relação ao risco a ser monitorado

- Riscos relacionados a imagem, regulação, tax e áreas de compras e vendas: como e por que monitorar?

- Luciana Sabatini
Regional Compliance Leader da GE ENERGY

11h35 - Em Debate: A Área de Compliance e a Estratégia Empresarial: De que Forma é Possível Desenvolver um Programa de Compliance que Esteja Totalmente Alinhado às Diretrizes e Perspectivas da Empresa

Após definir os principais riscos a que a empresa pode estar sujeita, é necessário definir quais serão priorizados e monitorados. Mas como realizar essa tarefa sob uma perspectiva totalmente estratégica?

Debata neste momento:

- Como construir um sistema de Compliance de alta performance

- Como tornar o programa de Compliance sustentável e ao mesmo tempo alinhado ao core business da empresa

- Criando uma política de indicadores da área para monitorar e analisar resultados da implementação do Compliance

- Wagner Giovanini
Diretor de Compliance – América do Sul da Siemens

- Marcelo Coimbra
Coordenador do Centro de Estudos de Governança Corporativa / Diretor Executivo da FIPECAFI / ICIC

12h35 - Almoço e Networking

13h55 - Implementando o Programa de Compliance Adequado: Quais as Metodologias para a Implementação e como Desenvolver um Programa Robusto, que Reverta em Resultados

O passo a passo na implementação de um programa de Compliance requer a definição de sua missão e objetivos, passando pela elaboração de códigos de ética e conduta internos, além da análise de regulações externas que também devem ser obedecidas.

Através desta apresentação, você poderá acompanhar e entender:

- Principais desafios e erros que podem ser cometidos na implementação do programa

- Aspectos internos e regulações externas a serem observados no momento da implementação

- Report e conexão com o board e demais áreas da empresa

- Fernando Cevallos
Forensic Services Senior Manager da PWC

14h45 - Compliance e seu Patrocinador: Como o Board da Empresa deve Suportar a Iniciativa de Compliance e Como Deve Ser Esta Interface

Está claro que, para que um programa de Compliance dê certo, é fundamental o apoio e que a iniciativa parta do board da empresa. Mas como fazer com que isso fique nítido para as demais áreas da organização e como deve ser a relação da área de Compliance com a alta administração. Acompanhe nesta apresentação:

- De quem deve partir a ideia da implementação da iniciativa do Compliance

- Qual o papel do board na disseminação da cultura do Compliance da empresa

- Como o Compliance deve agir diante de uma denúncia relacionada ao board

- Qual a interface e quais os reports que a área de Compliance deve forbecer ao board

- Ana Paula Tomé
Gerente de Compliance da Spinelli

15h30 - Coffee Break e Networking

16h - Em Debate: Onde Deve Nascer a Área de Compliance e Por Que: Analise as Vantagens e Desvantagens do Compliance Estar Ligado a Áreas como a Jurídica, Auditoria ou Riscos

A área de Compliance pode ter configurações diferentes nas empresas. Acompanhe essa apresentação e saiba como avaliar qual a melhor configuração para o seu negócio, se o Compliance estará ligado ao jurídico, à auditoria, à área de riscos ou mesmo ao RH em alguns casos.

- Qual o perfil mais comum de Compliance nas empresas no Brasil

- Exemplos estrangeiros

- Razões para inserir ou não o Compliance em áreas específicas

- Qual deve ser o perfil do profissional de Compliance?

- César Cássio De Rienzo
Gestão de Riscos, Compliance e Controles Internos da Marítima Seguros

- Bruno Ferraz de Camargo
General Legal Counsel - Diretor Jurídico - Compliance Officer da Philips do Brasil

17h15 - Encerramento do Primeiro Dia

Terça-feira, 25/9

8h30 - Recepção dos Participantes

8h50 - Abertura do Segundo Dia de Conferência pelo Presidente de Mesa

2º dia – foco em atividades, resultados e ferramentas

Segundo dia de evento com foco em questões específicas que fazem parte da atividade do Compliance. Uma abordagem mais aprofundada sobre o “como fazer”, também através de visões práticas.

9h - Fazendo com que o Compliance Seja Absorvido pela Cultura da Empresa: Como Disseminar, Treinar e Conquistar a Confiança de Toda a Organização

A disseminação do Compliance na cultura da empresa é hoje o maior desafio da área. Como mudar o mind set? Qual o papel da diretoria e do conselho de administração neste processo de disseminação? Acompanhe nesta apresentação com diferentes visões:

- Que tipo de comunicação e treinamentos podem ser desenvolvidos para promover a cultura do Compliance

- Como quebrar barreiras culturais e ainda adaptar a disseminação do Compliance à cultura do brasileiro

- Modelos de treinamento que podem ser desenvolvidos

- Como disseminar o Compliance de formas específicas para as diferentes áreas da empresa

Visão 1

- Valeria Schmitke
Legal & Compliance da Zurich Brasil Seguros

Visão 2

- Bruno Falcone
Senior Legal Manager for Brazil & Latina America, Mestre em Direito Comercial pela PUC/SP / Mercedes-Benz / Daimler Group

10h30 - Coffee Break e Networking

11h - Criação de um Canal de Denúncias: Qual o Passo a Passo para a Criação, Disseminação da Cultura e Apuração de Denúncias

A criação de um canal de denúncias também é um ponto importante dentro do programa de Compliance. Nesta apresentação, você poderá conhecer o passo a passo da criação do canal, saber como disseminar e, posteriormente, apurar e dar o encaminhamento adequado às denúncias. Acompanhe:

- Como tornar o canal de denúncias parte do dia a dia da organização

- Permitir ou não as denúncias anônimas

- Como é possível ganhar a confiança dos colaboradores

- Evite o denuncismo desnecessário

- Apure e encaminhe adequadamente as denúncias feitas através do canal

- Alexandre da Cunha Serpa
CCEP, CFE, Country Compliance Head (Corporate) Divisional Compliance Officer (Pharma) / Novartis

11h50 - Um Paralelo entre FCPA, UK Bribery Act e a lei 6826/2010 de Combate à Corrupção no Brasil, ainda em Estudo: O que Deve ou Não Ser Observado e Como Evitar Não Conformidades Diante Dessas Políticas

Empresas multinacionais e até mesmo as nacionais que mantêm negócios no exterior acabam sendo obrigadas a se submeter às regras internacionais anticorrupção. Acompanhe nesta apresentação:

- Pontos críticos na conformidade com cada uma das regras

- Quais são as multas e penalidades possíveis no caso de inconformidade

- Como poderá vir a 6826/2010 – perspectivas de como isso impactará as empresas de todo o país

- Rogeria Gieremek
Compliance and Risk Management LatAm da Serasa Experian

12h40 - Encerramento do Congresso

Terça-feira, 25/9

- Workshop pós-congresso: FCPA: Passo a Passo na Criação de Metodologias para Acompanhamento e Conformidade – Evite Multas e Penalidades

Durante o Congresso, você teve a oportunidade de obter um panorama do que é o FCPA (Foreign Corrupt Practices Act) e demais leis anticorrupção. Agora, neste workshop, você terá a oportunidade única de obter um passo a passo de como sua organização pode estar Compliance se adequando a esta lei internacional. É necessário criar uma diretriz para que o FCPA seja cumprido, evitando multas, penalidades e até mesmo que a empresa seja impedida de fazer negócios no exterior ou que seus sócios ou administradores sejam punidos.

- Como e por que esta legislação estrangeira pode ser aplicada às empresas do Brasil

- Principais pontos a serem observados para a criação de uma política para estar em conformidade

- Criando uma metodologia para cumprir FCPA

- Infrações mais comuns, possíveis penalidades e como evitá-las

- Como ficam as relações governamentais das empresas sob essas perspectivas

- Impactos para empresas que possuem ações negociadas nos EUA

Liderado por:

- Isabel Franco
Partner do escritório Koury Lopes Advogados

Agenda do Workshop:

14h - Início

17h - Encerramento

Haverá intervalo para Coffee Break e Networking

Realização

  • IBC - International Business Communications

_____________

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES

TELEFONE

(11) 3017-6888

e-mail

juridico@ibcbrasil.com.br

ou

Clique aqui

Publicado em: sexta-feira, 13 de julho de 2012