Quarta-feira, 23 de outubro de 2019

ISSN 1983-392X

Gramatigalhas

por José Maria da Costa

Mais crase - I

quarta-feira, 7 de julho de 2010

dúvida do leitor

O leitor Marcos Davi Rodrigues Lima de Almeida envia à seção Gramatigalhas a seguinte indagação:

"Olá! Gostaria de saber se está correta a grafia das palavras na seguinte frase: Redução à condição análoga à de escravo. Obrigado."

envie sua dúvida


Mais crase - I

1) Indaga um leitor se está correta a grafia das palavras na seguinte frase: "Redução à condição análoga à de escravo".

2) A uma atenta leitura do texto, percebe-se que cada um dos vocábulos, isoladamente considerado, está grafado de modo correto.

3) À falta de outros erros e de outras possibilidades de dúvida, parece que o consulente quer saber, em última análise, se foi empregado de modo correto o acento indicador da crase.

4) Ora, como regra geral, quando um a se encontra diante de um substantivo comum do feminino, o melhor modo de saber se é caso de crase é substituí-lo por um correspondente do masculino. No caso, a palavra condição pode ser substituída por estado; e o segundo a subentende originariamente o vocábulo condição. Dessa maneira, quando se procede à primeira substituição, mentalmente se faz a segunda de modo automático.

5) Com essas substituições, veja-se como fica o exemplo: Redução ao estado análogo ao de escravo.

6) Como conclusão da regra geral, se, com tais substituições, aparece ao no masculino, então há o acento indicador da crase no feminino.

7) Vale dizer: está rigorosamente correto o exemplo da consulta, sem erro algum de qualquer natureza.

______

Manual de Redação Jurídica
José Maria da Costa

José Maria da Costa é graduado em Direito, Letras e Pedagogia. Primeiro colocado no concurso de ingresso da Magistratura paulista. Advogado. Mestre e Doutor em Direito pela PUC/SP. Ex-Professor de Língua Latina, de Português do Curso Anglo-Latino de São Paulo, de Linguagem Forense na Escola Paulista de Magistratura, de Direito Civil na Universidade de Ribeirão Preto e na ESA da OAB/SP. Membro da Academia Ribeirãopretana de Letras Jurídicas. Sócio-fundador do escritório Abrahão Issa Neto e José Maria da Costa Sociedade de Advogados.