Quarta-feira, 21 de agosto de 2019

ISSN 1983-392X

Gramatigalhas

por José Maria da Costa

Caso seja... e deseja...?

quarta-feira, 25 de janeiro de 2006

dúvida do leitor

A leitora Mônica Souza Pinto envia-nos a seguinte mensagem:

"Li no Migalhas (1.309 - 8/12/05 - "Mural Migalhas") de hoje a seguinte frase: 'Caso você seja de alguma destas cidades e deseja se cadastrar como correspondente para prestar serviços, clique aqui.' Tiremos o 'seja' da frase e vejamos: 'caso você deseja'. Meio estranho, não? Entendo que o desejo de ser correspondente, neste caso, está vinculado à condição de o leitor ser de alguma das cidades citadas. Portanto, correto seria 'caso você seja ... e deseje...'. Precisarei eu da ajuda do Professor José Maria da Costa? Humildemente agradeço a atenção deste precioso informativo."

envie sua dúvida

1) Em português, existem normas de correlação, de correspondência temporal ou, ainda, de consecução dos tempos verbais (em latim, com regras mais rígidas, "consecutio temporum"), as quais determinam a harmonização a ser observada para o emprego das formas dos verbos.

2) Por essas normas é que, na prática, assim se redigem os seguintes exemplos, guardando a correlação dos tempos (ou seja, o uso primeiro de um tempo exige que o segundo verbo siga para um determinado tempo específico):

a) "Se é clara, a lei dispensa interpretação";

b) "Se a lei for clara, dispensará interpretação";

c) "Se a lei fosse clara, dispensaria interpretação".

3) No caso da consulta, o exemplo causador da dúvida é o seguinte: "Caso você seja de alguma destas cidades e deseja se cadastrar como correspondente..." Apenas em termos de análise de fato, sejaestá no presente do subjuntivo, e deseja está no presente do indicativo.

4) Se atentarmos um pouco mais, veremos que o exemplo ainda poderá ser dito do seguinte modo: "Caso você seja de alguma destas cidades e (caso) deseja se cadastrar como correspondente..."

5) Ou seja: o mesmo caso (conjunção subordinativa condicional)que rege o primeiro verbo (seja) e exige que ele seja posto no presente do subjuntivo, rege também o segundo verbo (deseja) e não permite que ele seja flexionado para o presente do indicativo (deseja), mas exige que seja também conjugado no presente do subjuntivo (deseje).

6) Assim, veja-se a forma equivocada e a forma correta do exemplo:

a) "Caso você seja de alguma destas cidades e deseja se cadastrar como correspondente..." (errado);

b) "Caso você seja de alguma destas cidades e deseje se cadastrar como correspondente...” (correto).

Manual de Redação Jurídica
José Maria da Costa

José Maria da Costa é graduado em Direito, Letras e Pedagogia. Primeiro colocado no concurso de ingresso da Magistratura paulista. Advogado. Mestre e Doutor em Direito pela PUC/SP. Ex-Professor de Língua Latina, de Português do Curso Anglo-Latino de São Paulo, de Linguagem Forense na Escola Paulista de Magistratura, de Direito Civil na Universidade de Ribeirão Preto e na ESA da OAB/SP. Membro da Academia Ribeirãopretana de Letras Jurídicas. Sócio-fundador do escritório Abrahão Issa Neto e José Maria da Costa Sociedade de Advogados.