Sexta-feira, 18 de outubro de 2019

ISSN 1983-392X

Gramatigalhas

por José Maria da Costa

De ou Da?

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

dúvida do leitor

A leitora Olga Tereza Pissetti Machado envia a seguinte mensagem ao Gramatigalhas:

"Caro mestre, sempre tive essa dúvida sobre a contração da preposição 'de' com os artigos 'a' e 'o'. Quando devo usar (ou qual o correto) Secretaria da Educação e Secretaria de Educação? E estes outros exemplos: Uso de pronome pessoal ou Uso do pronome pessoal?"

envie sua dúvida

1) Uma leitora diz ter dúvidas quanto ao emprego da preposição de, quando em contração com os artigos a e o. Assim: a) Secretaria de Educação ou Secretaria da Educação?; b) Uso de pronome pessoal ou Uso do pronome pessoal?

2) Uma primeira observação a ser feita nesse campo é que, como o próprio nome demonstra, o artigo definido serve para particularizar o substantivo que o segue. Entre Encontrei Carlos e Encontrei o Carlos, vê-se que o segundo modo de expressão é mais determinado, mais específico e, aparentemente, mais próximo de quem fala do que o primeiro.

3) E, se, em vez apenas do artigo, vem este antecedido de uma preposição, a situação se repete em mesmos moldes, como não é difícil perceber entre as expressões roupa de menina e roupa da menina.

4) Com essas observações como premissas, pode-se dizer, num primeiro aspecto, em resposta à indagação da leitora, que o ensino se aplica às expressões uso de pronome e uso do pronome, sem necessidade de maiores comentários.

5) Por outro lado, quanto à primeira expressão trazida por ela, a questão também é de mera opção, ora pelo emprego exclusivo da preposição, ora pelo uso da contração da preposição + o artigo, podendo haver, apenas e tão somente, ligeira diferença de sentido, conforme deflui do apontamento inicial destes comentários: Secretaria de Agricultura, Secretaria de Direitos Humanos e Secretaria de Desenvolvimento Social, ou Secretaria do Meio Ambiente, Secretaria da Fazenda e Secretaria da Receita Federal.

Manual de Redação Jurídica
José Maria da Costa

José Maria da Costa é graduado em Direito, Letras e Pedagogia. Primeiro colocado no concurso de ingresso da Magistratura paulista. Advogado. Mestre e Doutor em Direito pela PUC/SP. Ex-Professor de Língua Latina, de Português do Curso Anglo-Latino de São Paulo, de Linguagem Forense na Escola Paulista de Magistratura, de Direito Civil na Universidade de Ribeirão Preto e na ESA da OAB/SP. Membro da Academia Ribeirãopretana de Letras Jurídicas. Sócio-fundador do escritório Abrahão Issa Neto e José Maria da Costa Sociedade de Advogados.