Sábado, 20 de abril de 2019

ISSN 1983-392X

Gramatigalhas

por José Maria da Costa

Especial a você?

quarta-feira, 21 de novembro de 2007

dúvida do leitor

O leitor Roberto Ceribelli envia-nos a seguinte mensagem:

"Prezado Dr. José Maria:

Estou com uma dúvida em concordância no texto a seguir: ‘Alguém muito especial a você passa a fazer parte...’, principalmente no trecho ‘especial a você’. Está escrito corretamente, em relação à concordância? E, neste caso, seria concordância nominal?"

envie sua dúvida

1) Quando se indaga se está correta a expressão "especial a você", deve-se, por primeiro, observar os seguintes aspectos:

I) a expressão a você completa o vocábulo especial;

II) especial é um adjetivo;

III) assim, em última análise, quer-se saber qual preposição o adjetivo especial está a exigir no caso concreto.

2) Em termos de relacionamento entre as palavras na frase, ou de sintaxe (do grego sin = conjunto + taxe = construção), perquirir sobre a preposição que exige, na estrutura, um adjetivo (gramaticalmente um nome) é assunto de um capítulo da Gramática denominado regência nominal.

3) Em nosso idioma, as questões de construção, ou seja, de sintaxe, são solucionadas pela consulta ao uso que nossos melhores autores, desde Camões (1524-1580), fizeram do idioma pátrio. E a expressão melhores autores deve ser entendida aqui como aqueles escritores que empregaram o vernáculo com apuro e zelo.

4) Buscar, porém, na obra literária dos nossos melhores autores o modo como eles empregaram a regência do adjetivo especial é como procurar agulha em palheiro.

5) Isso, porém, não é necessário, pois estudiosos e gramáticos já realizaram estudos nesse sentido, compilaram milhares de exemplos e sistematizaram, em dicionários preciosos, grande parte da sintaxe de vocábulos dessa natureza.

6) Para o caso da consulta, Francisco Fernandes colheu o seguinte exemplo: "Consagraram, no seu idioma, um vocábulo especial a exprimir o respeito e lealdade da nação à coroa" (Rui Barbosa).1

7) Em mesmo escritor, Celso Pedro Luft também encontrou este emprego: "Fato fisiológico especial ao outro sexo" (Rui Barbosa).2

8) De modo específico para a indagação trazida pelo leitor, é correta a regência nominal empregada no exemplo: "Alguém muito especial a você passa a fazer parte..."

______

1Cf. FERNANDES, Francisco. Dicionário de Regimes de Substantivos e Adjetivos. 2. ed., 6. impressão. Porto Alegre: Editora Globo, 1969, p. 186.

2Cf. LUFT, Celso Pedro. Dicionário Prático de Regência Nominal. 4. ed. São Paulo: Editora Ática, 1999, p. 216.

Manual de Redação Jurídica
José Maria da Costa

José Maria da Costa é graduado em Direito, Letras e Pedagogia. Primeiro colocado no concurso de ingresso da Magistratura paulista. Advogado. Mestre e Doutor em Direito pela PUC/SP. Ex-Professor de Língua Latina, de Português do Curso Anglo-Latino de São Paulo, de Linguagem Forense na Escola Paulista de Magistratura, de Direito Civil na Universidade de Ribeirão Preto e na ESA da OAB/SP. Membro da Academia Ribeirãopretana de Letras Jurídicas. Sócio-fundador do escritório Abrahão Issa Neto e José Maria da Costa Sociedade de Advogados.