Quarta-feira, 23 de outubro de 2019

ISSN 1983-392X

Investimentos Financeiros

Poupança registra maior retirada para o mês dos últimos 4 anos. Ainda vale a pena investir?

sexta-feira, 16 de agosto de 2019

A caderneta de poupança sofreu em julho a maior retirada líquida para o mês desde 2015, de acordo com o Banco Central. Os saques superaram os depósitos em R$ 1,605 bilhão. Este valor se refere aos saques que superaram os depósitos.

Ainda segundo o Banco Central, nos sete primeiros meses deste ano, a retirada líquida (saques acima dos depósitos) foi de R$ 16,104 bilhões, o que significou a maior saída para o período desde 2016. Na ocasião, o saldo foi negativo de R$ 43,721 bilhões.

Em um cenário de queda de juros no Brasil, onde o Comitê de Política Monetária do Banco Central (COPOM), reduziu a Selic (taxa básica de juros brasileira) para 6%, muitas pessoas começam a buscar novas alternativas de investimento, já que a poupança se mostra cada vez menos atrativa. Isso acontece porque a rentabilidade da caderneta de poupança depende do patamar em que a taxa Selic se encontra.

Como funciona a rentabilidade da poupança?

A regra de rendimento da poupança depende da taxa básica de juros brasileira, a Selic. Existem duas regras diferentes que mudam de acordo com o patamar que a taxa se encontra. Funciona assim

Se a Selic for menor ou igual a 8,5% ao ano, a poupança rende 70% da Selic mais a TR (Taxa Referencial, que costuma a ser zero, ou a estar bem próxima disso)

Se a Selic for superior a 8,5% ao ano, a poupança tem rentabilidade fixa: 0,5% ao mês mais a TR.

Dependendo do momento econômico do país, a rentabilidade da poupança pode ser até menor que a inflação. É por isso que a poupança nem pode ser considerada um investimento – porque o investidor pode acabar perdendo dinheiro se ela render menos que a inflação.

Importante lembrar que existe o "aniversário da poupança", ou seja, a rentabilidade do "investimento" só é aplicada uma vez ao mês. Por exemplo: se você investir na poupança no dia 12 de um mês e precisar resgatar no dia 11 do mês seguinte, seu dinheiro não terá rendido nada.

Conheça mais sobre investimentos e saiba como fazer seu dinheiro render mais. Abra uma conta no BTG Pactual digital.

A tradição de investir na poupança

A caderneta de poupança foi criada pelo Imperador Dom Pedro II, no século 19, destinada a pessoas de baixa renda. A remuneração na época era de 6% ao ano (a mesma taxa usada até 2012), sob a garantia do governo.

Até pouco tempo, esse investimento era o mais acessível e seguro para o público em geral. Essa "tradição" seguiu de geração em geração, até os dias de hoje. Como resultado, a conta poupança continua sendo um produto muito popular. Segundo uma pesquisa realizada pelo SPC/CDL, 69% dos investidores ainda aplicam seu dinheiro na conta poupança e um dos principais motivos é a facilidade e a popularidade do produto.

Ainda vale a pena investir na poupança?

O rendimento da poupança deixou de ser interessante há muito tempo. Tecnicamente, a caderneta não pode mais ser classificada como investimento competitivo porque, quando comparada com outras modalidades de investimento de risco equivalente, é superada por praticamente todas. Essa é uma das principais razões pelas quais os investidores têm buscado outros caminhos para alocar suas reservas.

O bom investidor deve ser curioso e procurar as melhores opções para que seu dinheiro renda o máximo possível. É certo que, pior do que a poupança, só mesmo deixar o dinheiro parado na conta ou embaixo do colchão.

Você pode contar com a assessoria do BTG Pactual digital na hora de investir. Abra sua conta.

__________

Oferecimento BTG Pactual digital