Segunda-feira, 17 de junho de 2019

ISSN 1983-392X

terça-feira, 8 de maio de 2012

Iter Criminis ou Inter Criminis?


Iter Criminis ou Inter Criminis?

O leitor, José Wilson Paiva Marques, em e-mail de fevereiro, que deixei arquivado fora do lugar (perdão José Wilson!), indaga "se o certo é "inter criminis" ou "iter criminis", pois já encontrou as duas expressões.

Caro leitor,

A expressão correta para significar as fases de execução do crime é iter criminis, que significa o caminho do crime. Iter (substantivo neutro da 3ª declinação)= caminho e criminis = do crime (genitivo singular de crimen, também substantivo neutro da 3ª declinação = crime).

Inter, por sua vez, é uma preposição que leva para o acusativo a palavra por ela regida e significa entre.

A expressão "inter criminis", assim solta, não tem significado e contém erro de concordância. Se quisermos dizer "entre os crimes", falaremos "inter crimina", onde crimina é o acusativo plural de crimen.

Você poderá encontrar "inter criminis", mas dentro de uma frase, como, por exemplo: "Inter criminis species invenire possumus...": "entre as espécies de crime podemos encontrar...". Repare que inter não rege criminis (gen.), mas species (acus.), como, aliás, na frase em Português.

__________

Busca verbete por título

A B C D E F G H I J L M N O P Q R S T U V X Z


* Silvio Teixeira Moreira foi desembargador do TJ/RJ, ex-promotor de Justiça do MP/SP, ex-professor de Latim e advogado criminal.