Segunda-feira, 9 de dezembro de 2019

ISSN 1983-392X

"Já perdemos tanto com essa carteira, não seria justo ainda pagar imposto de renda por um levantamento compulsório, até porque se fosse uma previdência privada teríamos a opção de fracionar recebimento mensal no teto de isenção (Migalhas quentes – 5/7/19 – clique aqui). Eu gostaria muito de saber porque e ainda tratam taxa na juntada de procuração como taxa previdenciária se nada reverte para nós advogados. Até hoje não me convenço da legalidade das alterações da carteira e sua extinção, após 20 anos de pagamento você é obrigada a um saque ridículo."

Maria Aparecida de Souza Segretti - 9/7/2019

Comente