Quinta-feira, 18 de julho de 2019

ISSN 1983-392X

Revelações - Lava Jato

de 7/7/2019 a 13/7/2019

"Eu tenho vergonha disso tudo e dessa gente, cujo único intuito é derrubar a Lava Jato, destituir Moro e o presidente, desrespeitando o resultado das eleições legítimas e soltar o maior bandido do planeta Terra, que já deixou um rombo de três trilhões de reais nos cofres públicos (Migalhas quentes – 9/7/19). Todos têm direito de defesa, dentro do processo de ampla defesa. Mas formar grupelho com bandido para se beneficiar processualmente de fake news é o fim de carreira. Muito dinheiro rola em honorários para se submeter a uma coisa nojenta dessas!"

Lúcia Maria Lebre - 9/7/2019

"Olha o pavão aí, gente (Migalhas quentes – 9/7/19). Tem que  investigar se são mesmo advogados, se estão regular na Ordem e se respondem alguma ação criminal. E também saber quantos vão se reunir com o pavão misterioso. Pois até a conta dele a esquerdalha retirou do Twitter. Vamos, 'Verdevaldo', entrega teu celular, espontaneamente, como fez o ex-juiz  para a Polícia Federal."

Lúcia Alves - 9/7/2019

"Advogados fazendo o que lhes compete que é a defesa técnica de bandido (Migalhas quentes – 9/7/19)."

Leônidas Lopes Almeida - 9/7/2019

"O pavão misterioso tem fatos mais importantes sobre essa quadrilha que quer acabar com a Lava Jato e libertar aquele elemento."

Leônidas Lopes Almeida - 9/7/2019

"O Verdewald que se cerque de advogados agora (Migalhas 4.640 – 10/7/19 – Apoio). Vai ter que assumir as consequências do seu esquerdismo hipócrita. #SomosTodosMoro #LavaJatoSim."

Nadima Cavalcante - 10/7/2019

"Só a redação pensava diferente e achava normal um preso já condenado em duas instâncias dar entrevistas (Migalhas 4.640 – 10/7/19 – E agora, José?)."

Tadeu Sanchez - 10/7/2019

"Título com duplo sentido (Migalhas 4.640 – 10/7/19 – E agora, José?). Dallagnol não corroborou autenticidade de mensagens. Este é o sentido do título. O certo seria dizer que o intercePT divulga áudio de Dallagnol falando sobre decisão do Fux de suspender entrevista do presidiário Lula."

Elton Batata - 10/7/2019

"É sério essa 'manchete' (Migalhas 4.640 – 10/7/19 – E agora, José?)? Em geral, até o preso em flagrante delito é tratado como suspeito! Um áudio, divulgado por quem quer parecer sério, sem perícia, confirma a autenticidade das mensagens (também não periciadas!)? Eu divulgo e eu mesmo atesto a veracidade? A última ação resultou em Chelsea Manning presa e Snowden se refugiando na Rússia (onde Testemunhas de Jeová são perseguidas!). 'À mulher de Cesar não basta ser honesta. Ela tem que parecer honesta!' É assim o 'ditado'? Estou me sentindo muito confusa nestes tempos!."

Regiane Portapila - 10/7/2019

"De onde o Migalhas tirou que um áudio corrobora autenticidade das mensagens (Migalhas 4.640 – 10/7/19 – E agora, José?)? O mais curioso é perguntar: um simples fato de comentar a decisão judicial, favorável ao MPF, em que isso pode afetar os processos da Lava Jato?"

Alex Mamed - 10/7/2019

"Dá gosto de ver como tratam o COAF quando o assunto é Flávio Bolsonaro e quando é a turminha esquerdista (Migalhas 4.640 – 10/7/19 – Não, exceto que talvez)."

Alex Mamed - 10/7/2019

"Ali Baba está preso e os outros 40 estão aí (Migalhas 4.640 – 10/7/19 – Apoio)."

Irineu Fabris - 10/7/2019

"Uma coisa não prova a outra: não é porque divulgaram um áudio que isso prova a autenticidade de alegadas mensagens anteriormente reportadas (Migalhas 4.640 – 10/7/19 – E agora, José?). Isso é coisa que, de tão óbvia, causa espécie nesta matéria."

Fernando Mil Homens Moreira - 10/7/2019

"Queridos colegas, sem querer gerar polêmicas, indago: E se os vazamentos fossem das conversas dos colegas com os seus clientes, vocês estariam neste convescote (Migalhas 4.640 – 10/7/19 – Apoio)?"

Rivaldo Lopes - 10/7/2019

"Quem é 'o pessoal' que pediu para evitar comentários (Migalhas 4.640 – 10/7/19 – E agora, José?)?"

Maria Costa e Silva - 10/7/2019

"Nada de mais, nada, nada, absolutamente (Migalhas 4.640 – 10/7/19 – E agora, José?)! Estão tentando achar pelo em ovo.. Que vergonha dessa gente."

Arnaldo Garcia Miguel Junior - 10/7/2019

"O que isso corrobora (Migalhas 4.640 – 10/7/19 – E agora, José?)? Que Dallagnol conversou com um colega comentando a decisão de Lewandowski? Quem nao fez isso? Não dá, em tempo algum, autenticidade às conversas cujo log jamais foi apresentado e que foram confessadamente adulteradas. Hora do Migalhas demonstrar a imparcialidade que cobra!"

Mirna Cianci - 10/7/2019

"Esses 40 supostos advogados não representam a classe dos advogados; falam por si sós. Eu sou advogado, com 40 anos de atuação, e digo que essas conversas, verdadeiras ou não, foram obtidas por meio criminoso (Migalhas 4.640 – 10/7/19 – Apoio). É o quanto me basta!"

Ronaldo Tovani - 10/7/2019

"Seria melhor se o título fosse: Advogados de bandidos se unem aos próprios para tentar destruir a Lava Jato e assegurar a impunidade dos criminosos de colarinho branco (Migalhas 4.640 – 10/7/19 – Apoio)."

Walter Campos - 10/7/2019

"O que vocês têm contra a investigação do Glenn (Migalhas 4.640 – 10/7/19 – Não, exceto que talvez)? Estão tentando destruir um juiz, hoje ministro e pegando no pé de um procurador que trabalhou e trabalha muito, contra a corrupção. Não troco Deltan por duas dúzias de Glenns."

Jaime Acuña Fontenla - 10/7/2019

"Os atos criminosos de Greenwald agora são chamados de liberdade de imprensa (Migalhas 4.640 – 10/7/19 – Apoio)? A se esclarecer, este jornalista cometeu vários crimes que não podem simplesmente ir parar sob a égide de liberdade de imprensa. Diminui a verdadeira importância desta, inclusive arriscando dar a esta expressão o mesmo destino da expressão 'direitos humanos'."

Edelsio Roberto Cáceres Junior - 10/7/2019

"Seria muito interessante saber e aí Migalhas poderia averiguar se esses mesmos advogados, num questionamento, se é possível anulação das investigações e condenações decorrentes da Lava Jato (Migalhas 4.640 – 10/7/19 – Apoio)."

Dulcindo Semençato - 10/7/2019

"Perplexo! Alguém pode informar qual o motivo da blindagem de Glenn Greenwald, com imunidade fiscal inclusa (Migalhas quentes – 6/7/19)? Nunca neste país a democracia foi usada às avessas como agora, quando se expõe o Poder Judiciário que condenou e prendeu o maior criminoso do mundo de todos os tempos, por crime organizado e corrupção. Perplexo como são ignoradas as evidentes consequências mormente quando os traficantes de drogas e armas."

Pedro Américo Dias Vieira - 10/7/2019

"Por que blindar um veículo jornalístico em detrimento do Poder Judiciário que mais condenou e prendeu, inclusive o maior criminoso da história do mundo da Terra (Migalhas 4.641 – 11/7/19 – Quero ver)?"

Pedro Américo Dias Vieira - 11/7/2019

"Nenhum dos signatários representa qualquer entidade da magistratura (Migalhas 4.641 – 11/7/19 – "Maré de ilegalidades"). Notícia tendenciosa."

Marco Ferrara - 11/7/2019

"Todos aparelhados pelo PT (Migalhas 4.641 – 11/7/19 – "Maré de ilegalidades")."

Ronaldo Correia Neissius - 11/7/2019

"Que pena que os senhores não foram tão eficientes, exigentes e competentes como querem demonstrar, nos últimos governos (Migalhas 4.641 – 11/7/19 – "Maré de ilegalidades"). Se assim o fossem, a Lava Jato, o Moro, o Bolsonaro nem teriam surgido."

Luzia Nunes Navarro de Morais - 11/7/2019

"É isso mesmo (Migalhas 4.641 – 11/7/19 – "Maré de ilegalidades")? Magistrados soltando nota contra Sérgio Moro sem saber se os diálogos são verdadeiros? Ninguém ainda sabe da veracidade deles, se foram adulterados ou não. E outra, adquiridos de forma ilegal. Já pensaram que depois disso qualquer pessoa pode contratar um hacker para invadir os celulares dos juízes com o intuito de anular os processos contra ele e até mesmo chantagear esses juízes. Vai ser tudo dentro da legalidade, pois se estão aceitando áudios adquiridos ilegalmente para tentar anular toda uma ação para combater a corrupção e soltar bandidos. Não vão poder reclamar depois!"

Luciana Mury - 11/7/2019

"Por que será que lembrei aqui sobre a tentativa do PT, com o Franklin Martins, de criar um conselho com nítido viés de censura (Migalhas 4.641 – 11/7/19 – "Maré de ilegalidades")? Parte da esquerda, a barulhenta, até porque carroça vazia é a que faz barulho, sempre faz o contrário daquilo que alardeia ser o certo. Esse Glenn Greenwald é perigoso. Se velasse pela retidão não ficaria submetendo a nação a um enredo novelesco e já teria entregado o material para ser periciado."

Othon Luiz Menezes de Souza Lima - 11/7/2019

"Meus cumprimentos pela sóbria manifestação, sem paixões e sem partidarismo (Migalhas 4.641 – 11/7/19 – "Maré de ilegalidades")!"

Liara da Cruz Santos - 11/7/2019

"É triste ver órgãos importantes acusarem, sem sequer saber da veracidade dos fatos, uma simples divulgação usada como prova irrefutável (Migalhas 4.641 – 11/7/19 – "Maré de ilegalidades"). Acorda Migalhas."

Clóvis Renato Wisniewski - 11/7/2019

"Engraçado esse tipo de matéria, pois até o momento ninguém discutiu as ilegalidades cometidas pelo site 'Intercept' ao divulgar esses diálogos, ferindo o princípio básico garantido pela Carta Magna de 1988: O direito à privacidade (Migalhas 4.641 – 11/7/19 – "Maré de ilegalidades")! Outra, mesmo que houvesse ilegalidade nessas conversas, no caso do Lula, como exemplo, ele foi condenado também em 2ª instância, logo o conjunto probatório foi o ponto fundamental para sua condenação, pouco importando discutir agora sobre essas conversas."

Davi Oliveira - 11/7/2019

"Seria medo, ou até mesmo desespero diante de uma eventual Lava Toga (Migalhas 4.641 – 11/7/19 – "Maré de ilegalidades")?"

Tadeu Sanchez - 11/7/2019

"O material vazado é falso? Então por que Moro, Dallagnol e o site oficial da Lava Jato (O Antagonista) já deram várias explicações? Por que sua Excelência Fux ficou tiririca com o coordenador-Geral da operação? Por que Fachin não aceita 'aha uhu, o Fachin é nosso'?"

Abílio Neto - 11/7/2019

"Quando o site passou a ser sobre política (Migalhas 4.641 – 11/7/19 – "Maré de ilegalidades")?"

Iremar Vasques - 11/7/2019

"Acho que existe um equívoco enorme nessa matéria (Migalhas 4.641 – 11/7/19 – "Maré de ilegalidades"). Não existe nada que criminalize o dr. Sérgio Moro ou qualquer menbro do Ministério Público, em nenhum desses vazamentos apresentados por esse sr. desse referido meio de comunicação. São supostas denúncias vazias, sem nada que desabone a conduta do, então juiz, Sérgio Moro. O que está acontecendo nesse caso é uma total inversão de valores, onde uma pessoa conhecidamente controversa e partidária, uma pessoa não grata no seu país de origem, tentando, de forma criminosa, emplacar uma narrativa de desmoralização do atual ministro da Justiça, por meio ilícito e partidário. Esses autores e as informações circuladas, que são ilegais, deveriam ser desprezados e seus autores investigados e condenados, se reconhecida a culpabilidade. Conversando com alguns juristas e juízes, amigos meus, que não vou citar nomes por ética, me confessaram que esse episódio é mais um crime que está sendo cometido no Brasil, onde, existe, infelizmente, a conivência de uma parte da Justiça."

Sílvio Oliveira - 11/7/2019

"Não consigo enquadrar o diálogo em nenhum crime previsto no CP (Migalhas 4.640 – 10/7/19 – E agora, José?). Mesmo sendo um áudio não editado a orientação dada pelo procurador entendo ser uma orientação de estratégica normal. Lamento profundamente os 15 minutos de fama dados a esses criminosos que não mostram a cara."

Fernanda Maximiliano N. Orias - 11/7/2019

"Que reportagem tendenciosa (Migalhas 4.641 – 11/7/19 – "Maré de ilegalidades"). Diz a regra que os maus são atrevidos e os bons são ingênuos. Para combater o crime é preciso ser, igualmente, atrevido. O Moro foi ótimo. Se não fosse ele ainda estaríamos nas mãos dos maiores assaltantes do nosso país."

Newton Gonçalves de Souza - 11/7/2019

"O ministro Sérgio Moro não é mais juiz e só o presidente ou o STF por meio de medida judicial provocada, poderiam retirá-lo (Migalhas 4.641 – 11/7/19 – "Maré de ilegalidades"). Porém estranhamente Migalhas e os esquerdopatas entraram nessa 'campanha' baseados numa figura fantasma que tem fonte fantasma, a qual esta sim deveria ser identificada para o bem do Brasil, já que o que querem é destruir a Lava Jato e soltar o mais sórdido ladrão institucional que já tivemos. O Greenwald e vocês estão usando a técnica marxista para destruir o Moro, em nome do Direito. Envergonhem-se que ainda dá tempo, antes que tudo vire e vocês tenham que se desculpar no mínimo!"

Dávio Antonio Prado Zarzana - 11/7/2019

"Se eu o conhecesse, como magistrado que sou há 27 anos, eu lhe diria: 'que vergonha, hein, colega!', 'que mancha para a magistratura' (Migalhas 4.641 – 11/7/19 – "Maré de ilegalidades")! Ainda bem que você 'pediu a conta', senão a coisa ia ficar feia pro teu lado'."

José Fernando Azevedo Minhoto - 11/7/2019

"Esses caras não falam por ninguém se não por eles próprios (Migalhas 4.641 – 11/7/19 – "Maré de ilegalidades")! Além disso, são eles juízes do Trabalho e juiz do Trabalho nada sabe sobre Direito Penal, ainda mais quando se trata de Direito Penal especializado. Então, esse comunicado eu já imprimi e pendurei no meu banheiro para uso oportuno."

Ronaldo Tovani - 11/7/2019

"Pelo que eu leio na mídia até no Supremo os magistrados recebem advogados e promotores, por que toda essa perseguição ao juiz Moro, um autêntico salvador da moralidade tão em queda da Justiça brasileira (Migalhas 4.641 – 11/7/19 – "Maré de ilegalidades")? Lembro-me que a mídia, raivosa com os militares, referiam-se aos generais da reserva como generais de pijama. Digo o mesmo desses aposentados da Justiça, que desfrutem dos seus pijamas e deixem de ter inveja do excelentíssimo doutor Sérgio Moro. Não tiveram peito e nem coragem para enfrentar os corruptos poderosos e agora desejam pousar de que? Espero que Sérgio Moro continue no cargo e chegue ao STF. Que alguns indesejáveis ali sumam da vida pública brasileira."

Luiz Guilherme Winther de Castro - 11/7/2019

"Quais eram as táticas que usavam os esquerdistas comunistas chefiados pelo mafioso que hoje está preso e espero que morra na prisão, local adequado de criminosos como ele (Migalhas 4.641 – 11/7/19 – "Maré de ilegalidades"). Se houve, há que se provar, métodos nada aceitáveis pelas nossas leis, feitas para favorecer criminosos, que culminaram na prisão de bandidos da política, a recíproca é a mesma. Não usaram métodos criminosos para corromper e roubar. Por que esses comunistas não se mudam pra Cuba, Venezuela, Coreia do Norte, China e outras desgraças mais? Somos uma democracia ou não? Dá para combinar comunismo com democracia? Perguntem ao Fernando Gabeira!"

Luiz Guilherme Winther de Castro - 11/7/2019

"Liberdade de imprensa implica em liberdade de invadir a privacidade de pessoas com escutas feitas de forma não permitida também (Migalhas 4.640 – 10/7/19 – Apoio)? Seriam elas, as escutas, feitas de forma legalizada? Haja hipocrisia, hein! Eu só queria entender!"

Luiz Guilherme Winther de Castro - 11/7/2019

"Parabéns aos juízes que publicaram o manifesto (Migalhas 4.641 – 11/7/19 – "Maré de ilegalidades"). A democracia é nosso bem maior e a Justiça precisa ter credibilidade."

Ivani Colombi - 11/7/2019

"O TCU poderia aprofundar a investigação de modo a constatar se a empresa jornalística do investigado possui o percentual mínimo de 70% de capital nacional (Migalhas 4.641 – 11/7/19 – Quero ver). E, se tem, quem seria o sócio? Porque Greenwald, estrangeiro, recebeu 250 milhões de dólares de um fundo iraniano (estrangeiro) para implementar seu projeto jornalístico. O TCU precisa mesmo ir à fundo (sem trocadilho)."

José Alberto da Costa Villar - 12/7/2019

"Vergonha da OAB (Migalhas 4.637 – 5/7/19 – Investigação x Liberdade de imprensa - II)!"

Cláudia Monteiro - 12/7/2019

"Sinto muita tristeza ao ver meu órgão de classe sendo extremamente tendencioso, ao aceitar esse tipo de imprensa marrom praticada por este sr. (Migalhas 4.640 – 10/7/19 – Apoio). Que pena!"

Fátima Cristo - 12/7/2019

"Então agora o jornalista americano tornou-se um herói (Migalhas quentes – 9/7/19)? É isso mesmo, colegas advogados?"

Neiva de Fátima Pereira - 12/7/2019

"Sou grato ao Intercept
E parabéns, Verdevaldo
Caiu a máscara de quem
Trabalhava mascarado
Moro, juiz da direita
A Lava Jato uma seita
E Fux? Envergonhado?"

Zé Preá - 12/7/2019

"Essa história para argumentar vazamento da Lava Jato (Fórmula de descoberta da cura de câncer) é risível."

Clodoaldo Ferreira - 12/7/2019

Comente