Quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

ISSN 1983-392X

"Mas as queimadas continuam sem nenhuma repressão, destruindo áreas de reserva etc. (Migalhas 4.676 – 29/8/19 – Fogo proibido). O decreto é apenas um artifício legal para defender-se em futuras acusações de omissão ou até mesmo conivência."

Teócrito Abritta - 30/8/2019

Comente