Terça-feira, 23 de abril de 2019

ISSN 1983-392X

Porandubas Políticas

por Gaudêncio Torquato

Porandubas nº 129

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

PRIMEIROS SINAIS DE 2008

A política entra na estrada de 2008 dando alguns sinais: 1) Com a força que detém e se expande, Lula será o maestro da orquestra e dará o tom da campanha municipal deste ano; 2) A candidata in pectore do presidente à presidência da República, em 2010, Dilma Rousseff, chefona do governo, por controlar efetivamente os ministérios, tem a sensibilidade de uma locomotiva; 3) Esforço extraordinário será feito para que os partidos aliados se unam na campanha municipal de outubro, fechando posição em torno do nome mais viável de cada sigla; 4) O governo caminhará por gigantescos canteiros de obras, gerados pelo PAC. A base de 2010 é aplainada com montanhas de recursos.

QUEDA E ASCENSÃO DE EDINHO

Primeiro, dizia-se que Edison Lobão Filho pediria licença para se defender das acusações e, desse modo, deixaria o segundo suplente, de nome Remi, assumir o lugar do pai no Senado Federal. O tempo foi passando. Depois, divulgou-se que Edinho renunciaria ao mandato de senador para não prejudicar o pai Lobão, novo ministro das Minas e Energia. Depois, o DEM anunciou que se ele permanecesse no partido, seria expulso. A seguir, o PMDB teria desaconselhado o suplente a não assumir a cadeira de senador para não prejudicar o pai. Agora, é o PTB que faz um convite para que o quase senador se filie ao partido com o endosso do presidente Roberto Jefferson. E até o senador Suplicy diz que, até o momento, não ouviu nenhum veto ao nome do maranhense, como estivesse a dizer : "Venham a nós, você e o seu reino".

REFORMA "TRIBU-CPMF-TÁRIA"

Pois é, a poderosa ministra Dilma Rousseff promete encaminhar para o Congresso, logo após o recesso, um projeto de reforma tributária. Antigamente, essa área de tributos respondia ao ministro da Fazenda e ao ministro do Planejamento. Agora, tudo ou quase tudo passa pelas mãos da chefe da Casa Civil. E qual é o escopo central dessa reforma ? Recuperar, com dribles e trejeitos, a montanha de recursos da CPMF.

A FORÇA DO JUDICIÁRIO

Pois é, mais uma disputa se trava na arena federal, desta feita envolvendo as espadas do Judiciário e do Executivo. Os altos magistrados querem evitar um corte profundo da tesoura no Orçamento da Justiça. O governo alega que terá de fazer algum corte. Vamos ver quem ganha a parada federal.

MENSALÃO PASSA ATESTADO

Depois da bateria de afirmações e desmentidos sobre a existência do mensalão, eis que aparece uma luz no capítulo sobre a verdade. O acordo feito com a Justiça por Silvio Pereira, também conhecido como Silvinho Land Rover, ex-secretário geral do PT, arremata a história do mensalão. Ele existiu, sim. Ao contrário, Silvinho não teria feito um acordo para prestar serviços comunitários por três anos seguidos e com obrigação de comparecer mensalmente na sala do juiz. Não tem amparo o argumento de que alguém que se considere inocente aceite cumprir uma pena, mesmo leve.

CANTEIRO DE OBRAS

Lula promete que o povo verá, este ano, um canteiro de obras nunca visto antes na história deste país. É o PAC em ação, ou seja, Plano de Aceleração da Cooptação (eleitoral).

UM BI NA CONTA DE KASSAB

Já o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, terá neste ano eleitoral R$ 1 bilhão de sobra para surfar na onda eleitoreira. E por falar nele, mais uma vez o alcaide demonstrou insensibilidade rinocerôntica ao decidir dar aos motoqueiros uma pista exclusiva na Avenida 23 de maio. O trânsito, já ruim, entrou em caos. O prefeito reconheceu o ato falho.

REQUIÃO, O POLÊMICO

O governador do Paraná, Roberto Requião, é uma das figuras mais polêmicas da administração pública do país. É denunciado por usar o jornal Notícias do Paraná para fazer propaganda. Os governos, como se sabe, fazem propaganda intensa sobre suas realizações. A questão é saber se, no caso de Requião, o personalismo ultrapassou o espaço da identidade governamental. Requião também é acusado de nepotismo.

A BOLHA DE INVESTIMENTOS

Os investimentos estrangeiros bateram o recorde em 2007 : US$ 34,6 bilhões aportaram no Brasil. Mas a crise norte-americana e o medo da recessão, cujas conseqüências poderão bater no Brasil, mesmo de leve, já levaram de volta, até 24 de janeiro, US$ 1,64 bilhão.

A CONFIANÇA DE JAN WIEGERINCK

O presidente do Sindeprestem (Sindicato das Empresas de Prestação de Serviços a Terceiros, Colocação e Administração de Mão-de-obra e de Trabalho Temporário no Estado de São Paulo), Jan Wiegerinck, é um empresário que não perde a confiança no futuro. Eis o argumento de um dos maiores empresários nacionais do setor de serviços: "Já somos a sétima economia do planeta, com um PIB de US$ 1,880, em 2006, maior que as economias da França, Itália e Rússia. Apesar de ainda não contarmos com instituições políticas consolidadas, em decorrência de mazelas históricas, o Brasil exibe formidável manancial de riquezas. As crises internacionais, como a que padece nesse momento a maior economia planetária, a norte-americana, terão certa influência sobre as vigas da economia brasileira, mas o grau de auto-sustentabilidade por ela alcançada nos traz a certeza de que não seremos afetados de maneira tão forte quanto os países que não se prepararam para enfrentar as turbulências do mundo globalizado".

O PRIMEIRO CASAMENTO

Petistas se consideram primos dos tucanos. Pelo menos é o que alguns próceres vivem dizendo. Pois bem, em Minas Gerais, poderá ocorrer o primeiro casamento entre esses primos. O governador Aécio Neves costura aliança com o prefeito petista Fernando Pimentel em torno da candidatura de seu Secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcio Lacerda, para prefeito de Belo Horizonte. Com esse casamento, Aécio também pretende dar um recado ao tucanato paulista : se vocês queimarem minhas pretensões, tenho outras alternativas. O mineiro trabalha em silêncio, como o avô Tancredo Neves. Você acha que ele se conformará com a indicação de José Serra como candidato tucano em 2010 para presidente da República ? Cuidado, pode perder a aposta.

VOTAR OS VETOS

O presidente do Senado, senador Garibaldi Alves, tem em mira resgatar a imagem da Câmara Alta. Entre as ações que deseja implementar, neste primeiro semestre, duas encabeçam a lista de prioridades : limpar a pauta dos quase 900 vetos presidenciais a projetos do Congresso e tomar medidas duras para evitar o abuso das Medidas Provisórias, sem precisar, para tanto, mexer com a Constituição.

NOVA ABERTURA DOS PORTOS

O presidente da Associação Brasileira de Representantes de Empresas Marítimas (ABREMAR), Eduardo Vampré do Nascimento, à margem das comemorações dos 200 anos da abertura dos portos brasileiros, diz em alto e bom som: "O Brasil deveria proceder a uma nova abertura dos portos, desta feita, realizando um portentoso conjunto de obras voltadas não apenas para garantir a infra-estrutura técnica de nossas importações e exportações, mas para dar plenas condições de expansão aos Cruzeiros Marítimos, nicho responsável por um bom volume de nossas divisas". Mas há cisco ofuscando os olhos dos ministros Guido Mantega e Marta Suplicy. Colírio neles.

CÉLULAS-TRONCO

A advogada Márcia Melaré, vice-presidente da OAB/SP, que acompanha com atenção os avanços da biotecnologia, está atenta ao parecer sobre a pesquisa com células-tronco para tratamento de doenças, a ser dado pelo ministro Carlos Ayres Brito, do Supremo Tribunal Federal. O ministro, um ser banhado de humanismo, é uma das mais lúcidas cabeças do Supremo. É provável que o parecer seja favorável. Para o bem da Humanidade.

"CAUSOS" DA IGREJA UNIVERSAL

Parecia coisa montada. Há dias, a mídia noticiou que fiéis da Igreja Universal, de alguns Estados brasileiros, entraram com ações contra o jornal Folha de S.Paulo, porque se sentiram ofendidos pela matéria "Universal chega aos 30 com império empresarial". As ações abrigavam praticamente o mesmo arrazoado, parecendo que os argumentos provinham de uma única fonte. Pois bem, agora um juiz estadual, Alessandro Leite Pereira, de Bataguaçu (MS), condenou um fiel, Carlos Alberto Lima, por litigância de má fé. Ele iniciara uma ação de indenização por danos morais, mesmo sem haver legitimidade para tanto. Afinal, a igreja do Bispo Macedo está por trás ou não de um império da comunicação ?

COMBATE À CLANDESTINIDADE

O presidente do SESVESP, empresário José Adir Loiola, mobiliza o setor de segurança privada no combate às empresas clandestinas que atuam no segmento. Para cada três empresas formais filiadas ao Sindicato, há uma clandestina. O episódio do roubo no MASP, quando quadros avaliados em mais de R$ 100 milhões foram surrupiados com muita facilidade, acendeu o alarme de pessoas e empresas. O combate à clandestinidade é a principal bandeira do Sindicato este ano.

CONSELHO AO MINISTRO EDISON LOBÃO

Esta Coluna dedica sua última nota a pequenos conselhos aos políticos e governantes. Na edição anterior, o espaço foi dedicado ao ministro da Defesa, Nelson Jobim. Hoje, volta sua atenção ao ministro das Minas e Energia, Edison Lobão :

1. Procure falar mais sobre os programas e ações do Ministério do que de repartição de cargos.

2. Aconselhe o filho, seu suplente no Senado, a tomar posse apenas quando limpar a ficha de acusações que pesam sobre ele.

3. Faça um esforço para mostrar domínio técnico em matéria de energia. Por enquanto, seu interesse gira exclusivamente em torno da politicalha.

________________

Porandubas Políticas
Gaudêncio Torquato

Gaudêncio Torquato (gt@gtmarketing.com.br) é jornalista, consultor de marketing institucional e político, consultor de comunicação organizacional, doutor, livre-docente e professor titular da Universidade de São Paulo e diretor-presidente da GT Marketing e Comunicação.