Quarta-feira, 18 de setembro de 2019

ISSN 1983-392X

Linguagem é tema de palestra no TJ/MG

"Nada está no intelecto que não tenha passado pelos sentidos". A frase de São Tomás de Aquino foi citada pelo professor de linguística Hugo Mari, da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas), durante sua exposição na mesa-redonda "Corpo, linguagem e cognição", realizada no último dia 16/11, no auditório da Escola Judicial Desembargador Edésio Fernandes (Ejef), do TJ/MG. O evento foi promovido pelo museu Memória do Judiciário Mineiro (Mejud) do TJ/MG, em parceria com o grupo de pesquisas e estudos em museologia, arte, estética na tecnologia, educação e ciência (Musaetec), do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG).

sexta-feira, 19 de novembro de 2010


"Corpo, linguagem e cognição"

Linguagem é tema de palestra no TJ/MG

"Nada está no intelecto que não tenha passado pelos sentidos".

A frase de São Tomás de Aquino foi citada pelo professor de linguística Hugo Mari, da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas), durante sua exposição na mesa-redonda "Corpo, linguagem e cognição", realizada no último dia 16/11, no auditório da Escola Judicial Desembargador Edésio Fernandes (Ejef), do TJ/MG.

O evento foi promovido pelo museu Memória do Judiciário Mineiro (Mejud) do TJ/MG, em parceria com o grupo de pesquisas e estudos em museologia, arte, estética na tecnologia, educação e ciência (Musaetec), do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG).

Falaram também durante a mesa redonda os professores de linguística Paulo Henrique Aguir Mendes e Milton do Nascimento, da PUC Minas ; o pesquisador de física Celson Diniz Pereira, da UFMG, e o professor do Cefet Nilton da Silva Maia. Eles abordaram os estudos desenvolvidos pelos maiores pensadores na área do conhecimento humano.

Os professores, todos integrantes do Musaetec, desenvolvem trabalhos sobre linguagem, memória e percepção. Eles explicaram que os sentidos do ser humano, visão, audição, olfato, tato e paladar, ajudam no processo de formação do pensamento e são sempre porta de entrada para novas experiências. Segundo os pesquisadores, a linguagem também é formada por habilidades cognitivas do ser humano e é utilizada para interações sociais. Por sua vez, essa interação é responsável pela constante transformação do pensamento/conhecimento.

A parceria da Mejud com o Musaetec e a Ejef vai continuar com a promoção de palestras relacionadas à memória e ao conhecimento de uma forma geral. Os encontros, abertos ao público externo, serão realizados sempre na segunda terça-feira de cada mês no auditório da Ejef, que fica no 18º andar do Edifício Mirafiori. Mais informações pelo telefone (31) 3237-6249.

________________
_________

Fonte : TJ/MG

_________
________________

informativo de hoje

patrocínio

Bradesco VIVO

últimas quentes