Domingo, 22 de setembro de 2019

ISSN 1983-392X

Novas fontes de investimentos no Brasil e os principais aspectos jurídicos de Project Finance Modelling são discutidos em eventos

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Eventos

Escritório discute a necessidade de novas fontes para atender a demanda de investimentos no Brasil e os principais aspectos jurídicos de Project Finance Modelling

O escritório Machado, Meyer, Sendacz e Opice Advogados, junto com a InfraAmericas – provedor de notícias online e inteligência de negócios para o investimento em infraestrutura e finanças - realizam hoje, 24/11, café da manhã em que será apresentada a proposta do Seminário Anual – "Infraestrutura na América Latina: Brasil 2011". O evento será transmitido ao vivo por web-conferência para participantes em Londres e Europa Central.

Intitulado "Além do BNDES - Ampliar as Fontes de Financiamentos de Capital em Dívida para Projetos de Infraestrutura Brasileira", o encontro conta com a presença do sócio fundador do escritório Antonio Meyer, e desenvolvedores seniores de infraestrutura, investidores institucionais, fundos de infraestruturas e credores de financiamento de projetos. Marcos Pinto Almeida, Vice-Presidente Sênior da Brookfield Asset Management, Cassio Schmitt, Chefe de Projeto & Aquisição de Financiamento do Banco Santander, Carlos Mellis, Chefe de Financiamento de Projetos do Itaú BBA, Geoffrey Cleaver, Superintendente Executivo da InfraBrasil e Marcelo Felberg, Diretor Financeiro da Odebrecth Transportes, completam a mesa.

O evento acontece na sede do Machado Meyer, em São Paulo, a partir das 8h30. A ideia é oferecer aos convidados a oportunidade de participar de uma discussão sobre a indústria de infraestrutura brasileira, alternativas para o financiamento do BNDES e como o mercado de dívida está evoluindo rapidamente para enfrentar os desafios do financiamento da infraestrutura brasileira.

E ontem, no workshop de Project Finance Modelling, os especialistas Alberto Facó e Mauro Penteado, respectivamente sócio e associado do escritório, foram os responsáveis pelo Painel Jurídico do evento que aconteceu em São Paulo.

Entre os assuntos abordados pelos advogados, estavam a análise do ambiente regulatório no Brasil para as operações de Project Finance – desde a influência de agências reguladoras – e orientações para a análise de cláusulas-chave nos modelos de contratos utilizados nestas operações – com atenção e destaque para estruturação de cláusulas contratuais para mitigação e alocação de riscos.

Fundado em 1972, Machado, Meyer, Sendacz e Opice Advogados atua em todas as áreas do direito, oferece assistência legal a clientes nacionais e internacionais, incluindo grandes corporações dos mais variados setores de atividades, instituições financeiras e entidades governamentais.

______________









_________________

patrocínio

Bradesco VIVO

últimas quentes