Terça-feira, 26 de março de 2019

ISSN 1983-392X

Dicas R2 Learning

João Antonio Wiegerinck

segunda-feira, 6 de junho de 2005

Dicas R2 Learning

Hoje, o Coordenador dos Cursos da R2 Learning e Professor de Direito Constitucional João Antonio Wiegerinck comenta a prova de Direito Constitucional do 126º Exame da OAB/SP e nos dá uma dica para a próxima prova da 1ª Fase do 127º  Exame.

"Raramente Direito Constitucional é uma matéria considerada fácil no Exame de Ordem. A exceção recente foi o 125º Exame, em que 70% das questões estavam realmente acessíveis e até, por que não dizer, tranqüilas para o aluno que estudou um mínimo desejável.

Quanto ao 126º Exame de Ordem, o que se verifica é uma abordagem equilibrada entre Organização do Estado e tópicos bastante recentes da matéria, como a Emenda 45. Não nos parece uma prova extremamente difícil quanto ao aspecto técnico, porém exigiu do aluno uma memória afiada, ainda mais quando questiona classificações sobre Estado Laico ou Leigo.

O que mais nos chamou atenção no 126º Exame da OAB-SP foi a necessidade do aluno em estar atualizado com o que ocorre no dia a dia do seu país e do mundo. Isso se verifica com perguntas sobre Súmula Vinculante, Medida Provisória, Tratados Internacionais, Comissão de Constituição e Justiça, entre outras. Fica cada vez mais claro que não adianta decorar texto; o aluno tem que saber o contexto da matéria e a que ela se presta na prática profissional. Isso se verifica facilmente quando, pela primeira vez, a prova faz menção ao Biodireito, quando fala em manipulação de material genético.

Em resumo, a prova me agradou. Para o 127º Exame de Ordem, as dicas para nossos alunos são: leiam jornal, acompanhem as notícias polêmicas, tenham sempre uma visão macro do Direito Constitucional, pois ele incide sobre o país, e não apenas em uma localidade. Encontrem as conexões existentes com as matérias de que mais gostam; desta forma, a assimilação se dará com prazer.

E como não posso me furtar aos avanços da tecnologia, uma última dica é otimizar o seu tempo. O ensino a distância permite uma administração de tempo sem igual. Parece-nos muito produtivo poder selecionar a aula que precisa, na hora em que pode estudar, sem estar sujeito a trânsito, falta de didática, falta de conforto e até mesmo uma certa "fogueira das vaidades" nos locais de aula, seja por parte dos docentes ou dos colegas. Afinal, quem tem que saber o quanto você sabe é você mesmo! Bom estudo!"

João Antonio Wiegerinck – Advogado, sócio da Wiegerinck Advogados Associados, pós-graduado em Direito Empresarial pela ESA/OAB, mestrando em Direito Constitucional – PUC/SP, autor de artigos publicados na RT e autor da obra Resumão Jurídico, Professor de Direito Constitucional e Direitos Fundamentais do Curso de Pós-Graduação da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Coordenador Pedagógico e Professor da R2 Learning.

____________

_________

informativo de hoje

patrocínio

Bradesco

últimas quentes