Quarta-feira, 21 de agosto de 2019

ISSN 1983-392X

Liga Jurídica 2005

Goleadas e disputas acirradas na terceira rodada do Society

quarta-feira, 8 de junho de 2005

Liga Jurídica 2005

Goleadas e disputas acirradas na terceira rodada do Society

Se no último final de semana o Campeonato Brasileiro parou, no torneio de Futebol Society da Liga Jurídica a bola rolou, e muito. Além do jogo realizado no sábado entre os advogados dos escritórios Tozzini, Freire, Teixeira e Silva Advogados e Albino Advogados Associados, 11 jogos da chave masculina e cinco da feminina movimentaram a terceira rodada da competição no domingo, dia 5/6.

A maior goleada do dia ficou por conta do Yarshell, Mateucci e Camargo Advogados, que, após dois empates nas rodadas iniciais, conseguiu sua primeira vitória na competição ao atropelar o Paradeda, Castro, Duarte e Martins Advogados por 14 a 4, em jogo válido pelo grupo A.

Neste Grupo só aconteceram goleadas. O Koury Lopes Advogados chegou aos seis pontos após bater o Zilveti e Sanden Andvogados Associados por 10 a 5, enquanto o Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados, ainda invicto na Liga, superou o Ippolito e Rivitti Advogados por inapeláveis 8 a 0 e agora possui sete pontos na classificação.

No sábado, o Tozzini, Freire, Teixeira e Silva Advogados passou pelo Albino Advogados Associados por 9 a 1 e se manteve na liderança isolada da chave, com nove pontos ganhos em nove disputados.

No grupo B, o dia foi do Pinheiro Neto Advogados. Com o suado triunfo por 8 a 6 sobre o Leite, Tosto e Barros - Advogados Associados, o Pinheiro Neto manteve seu aproveitamento de 100%, chegou aos nove pontos e assumiu a liderança do grupo.

Com a mesma pontuação, mas saldo de gols inferior, o Mundie e Advogados, outro 100% do grupo, também chegou aos nove pontos graças à sofrida vitória sobre o Braga Nascimento & Zilo Antunes Advogados Associados. O placar de 8 a 7 mostra quanto os advogados do Mundie precisaram correr para seguir na cola do Braga Nascimento.

A goleada do grupo B foi protagonizada pelo Tojal, Teixeira Ferreira, Serrano & Renault Advogados Associados. Depois de duas derrotas, a equipe conseguiu a reabilitação ao massacrar o Benício Advogados Associados por 8 a 0, assumindo a quinta colocação. Logo abaixo do Tojal na tabela estão Teixeira Fortes, Advogados Associados e Machado Associados Advogados e Consultores, que empataram por 5 a 5 e possuem um ponto cada. A lanterna do campeonato é o Benício, que acumula três derrotas em três jogos.

Pelo grupo C, a palavra equilíbrio é a que melhor pode resumir o que foi a rodada de domingo. Exceção feita ao duelo entre Neumann, Salusse, Marangoni Advogados e Castro, Barros, Sobral, Gomes - Advogados. Os advogados do Neumann venciam o primeiro tempo por 6 a 0 quando o adversário, alegando falta de jogadores, decidiu abandonar a partida.

Mas nos outros três jogos da chave, os vencedores tiveram que suar bastante a camisa para faturar os três pontos. O Rodrigues Jr. Advogados derrotou o Lefosse Advogados por 6 a 5, em partida disputada gol a gol até os segundos finais. Agora, o Rodrigues Jr. possui seis pontos, enquanto o Lefosse segue com três.

O líder da chave, o escritório Xavier, Bernardes, Bragança - Sociedade de Advogados, obteve sua terceira vitória consecutiva ao superar o valente Peixoto E Cury Advogados (que jogava com dois a menos) por 11 a 6. O Xavier Bernardes se mantém na ponta do grupo graças a seu amplo saldo de gols (25 a favor). No último jogo do C, o LO Baptista Advogados despachou o Veirano Advogados pelo placar de 7 a 6 para somar seus primeiros três pontos.

Nas chaves A e B do torneio feminino, as mulheres em nada ficaram devendo à disputa masculina. A principal goleada foi a aplicada pelo Lefosse Advogados sobre o Tojal, Serrano & Renault Advogados Associados: 7 a 0. Leite, Tosto e Barros - Advogados Associados, que bateu o Benício Advogados Associados por 5 a 1, e Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados, responsável por derrotar o Duarte Garcia, Caselli Guimarães e Terra Advogados por 4 a 0, também não encontraram maiores dificuldades.

A disputa mais acirrada, sem dúvida, foi a ocorrida entre Felsberg, Pedretti, Mannrich e Aidar - Advogados e Consultores Legais e Tozzini, Freire, Teixeira e Silva Advogados, que ficaram no 3 a 3, com direito a pênalti perdido e grande atuação das camisas 10 de seus times. Fechando a chave feminina, o Machado, Meyer, Sendacz e Ópice Advogados teve pela frente um duro adversário, as advogadas do Castro, Barros, Sobral, Gomes - Advogados, mas mesmo assim saiu de quadra com a vitória por 3 a 2.

Partida entre Lefosse Advogados e Tojal, Serrano & Renault Advogados Associados

Mais informações, clique aqui.

patrocínio

Bradesco VIVO
Advertisement

últimas quentes