Quinta-feira, 21 de março de 2019

ISSN 1983-392X

Eletropaulo usa tecnologia para acompanhar andamentos de Processos

Com solução da BCS

quinta-feira, 9 de junho de 2005

Eletropaulo usa tecnologia para acompanhar andamentos de Processos

Com solução da BCS, a empresa unificou em uma única base de dados interna todas as informações sobre os processos jurídicos que estão sob responsabilidade de seus escritórios credenciados

O departamento jurídico da AES Eletropaulo, maior distribuidora de energia elétrica da América Latina, gerencia um grande volume de processos distribuídos por seus escritórios credenciados, para tanto, precisava de ferramentas que permitissem compilar todos os dados dos processos, atualizados, para aumentar seu controle gerencial e ainda prover acesso on-line. Neste sentido, unificou todas as informações em uma única base de dados, com o módulo de acompanhamento de processo do SISJURI – Sistema Jurídico Integrado, a mais completa suíte para gestão das rotinas administrativas, desenvolvido e implementado pela BCS Informática, especializada em soluções para advocacias.

A implantação, que teve início em novembro de 2004, permitiu que o jurídico extraísse informações gerenciais dos dados que, anteriormente, estavam espalhados pelas bancas de direito. Na verdade, com tantos escritórios terceirizados, era praticamente impossível compilar e manter um controle efetivo dos casos. Para se ter uma idéia, atualmente, tramitam no Poder Judiciário, em que a empresa figura tanto como autor como réu, cerca de 15 mil processos de diversas naturezas como cobrança por falta de pagamento de consumo regular e irregular de energia elétrica. Segundo a empresa, é inevitável para uma companhia do porte da Eletropaulo não ter que dirimir divergências na Justiça.

Em decorrência disto, a companhia mantém um departamento jurídico interno com 14 advogados, que controla o trabalho das advocacias terceirizadas. Desta forma, aproveita o expertise dessas bancas e maximiza os resultados. Mas, apesar dos benefícios da terceirização das defesas, um dos principais entraves que levou a Eletropaulo a adotar o sistema de acompanhamento processual do SISJURI era não poder responder a todos os questionamentos das áreas de negócios. Antes do início da implantação não existiam relatórios gerenciais dos processos.

Com o novo sistema, além de concentrar as informações de todos os escritórios em uma única base de dados, foi possível contar com recursos como filtros que permitem cruzar dados e definir novos parâmetros de relatórios de acordo com as necessidades, bem como conhecer todos os detalhes dos casos em andamento na Justiça.

Agora, os departamentos jurídico da Eletropaulo, central e seis unidades, recebem os processos e uma equipe administrativa faz o cadastro inicial, em uma tela simplificada. Esta inicial, então, é escaneada e enviada para o escritório credenciado, que pode acessar os processos sob sua responsabilidade e atualizá-lo com os andamentos, agendar as audiências, cadastrar as garantias processuais e encerrar os processos. Tudo on-line.

Com este procedimento, a empresa garantiu acesso a informações gerenciais atualizadas e já conta com a nova base interna de processos, que foi criada a partir dos dados fornecidos pelos escritórios credenciados e com enfoque gerencial. Esta nova base vai permitir acesso rápido a todos os dados, provendo ao departamento jurídico maior controle sobre o trabalho dos escritórios, o que garante um gerenciamento proativo e eficiente.

Além disso, o sistema da BCS permite que os advogados do jurídico da Eletropaulo complementem os dados referentes à tese, insiram a natureza da demanda e demais informações jurídicas necessárias para a emissão de um relatório gerencial completo.

A implantação do projeto foi dividida em etapas. Primeiro foi feita a instalação e configuração do sistema, depois, os especialistas da BCS alimentaram o sistema com a coleta de dados sobre os advogados credenciados para a extração de todas as informações gerenciais bem como dos andamentos dos casos. Então, estabeleceu-se os parâmetros para o cadastro de novos processos. E, neste momento, a BCS está disponibilizando o acesso à base da Eletropaulo, on-line, para os escritórios credenciados. “A próxima etapa prevê a extração dos relatórios gerenciais”, explica Marcelo Souccar, sócio da BCS e responsável pela implantação.

O projeto encontra-se na sua última etapa, mas a maior parte dos recursos já está sendo utilizada, o que propiciou agilidade e controle para o jurídico da Eletropaulo. A previsão é que tudo esteja completamente implantado no fim do primeiro semestre de 2005. “Customizamos a solução para atender as necessidades específicas da Eletropaulo e, segundo a empresa, atualmente, 42 profissionais utilizam o sistema, no departamento”, informa Souccar.

Outro diferencial é que a BCS mantém dois especialistas residentes, que ficam lotados no departamento jurídico da companhia, tirando, desta forma, qualquer trabalho de TI dos funcionários da Eletropaulo. O formato agiliza a solução de problemas com informática e otimiza o trabalho, já que minimiza as ocorrências ou falhas no sistema, que quando ocorrem, são resolvidas rapidamente.

_________

_________

informativo de hoje

patrocínio

Bradesco

últimas quentes