Terça-feira, 26 de março de 2019

ISSN 1983-392X

Liga Jurídica 2005

Balanço da rodada

quinta-feira, 30 de junho de 2005

Liga Jurídica 2005

Balanço da rodada

A tarde do dia 26/6 estava ensolarada em São Paulo. Os campos 2 e 3 da Telesp, na Barra Funda, foi palco da quarta rodada da 6ª Liga Jurídica, que fechou o primeiro semestre da competição. Os times param para descansar nas férias e voltam a disputar o título somente em agosto. Quatro jogos movimentaram a quarta rodada do campeonato masculino de campo. Ao todo, foram assinalados oito gols nos jogos entre Machado, Meyer, Sendacz e Ópice Advogados e Felsberg, Pedretti, Mannrich e Aidar - Advogados e Consultores Legais; Pinheiro Neto Advogados e Demarest e Almeida Advogados; Tozzini, Freire, Teixeira e Silva Advogados e Duarte Garcia, Caselli Guimarães e Terra Advogados; e, por fim, Lacaz Martins, Halembeck, Pereira Neto, Gurevich & Schoueri Advogados e Menezes e Lopes Advogados Associados. Não houve nenhum empate entre os times e, com os resultados, o MMSO e Menezes Lopes dividem a liderança, com o MMSO na frente por causa do saldo de gols.

Dois jogos foram iniciados às 13 horas. Lacaz Martins, Halembeck, Pereira Neto, Gurevich & Schoueri Advogados e Menezes e Lopes Advogados Associados se enfrentaram num jogo marcado por boas oportunidades de gol. O Menezes Lopes foi mais eficiente no ataque e venceu a partida por dois a um. O Lacaz encerra o primeiro semestre do campeonato na sétima colocação e ainda não pontuou. Amarga quatro derrotas em quatro jogos. O time promete uma reação no segundo semestre. O segundo jogo iniciado às 13 horas foi o duelo entre Tozzini, Freire, Teixeira e Silva Advogados e Duarte Garcia, Caselli Guimarães e Terra Advogados. Ambos os times dependiam muito da vitória para melhorar suas posições na tabela. Em uma partida altamente disputada, o Tozzini demonstrou muita disposição para vencer, de virada, por dois tentos a um e conquistar sua primeira vitória no campeonato, ocupando agora a sexta colocação. Já o Duarte Garcia continua na lanterna, com a pior defesa do torneio. O escreve espera apagar os maus resultados do primeiro semestre e apresentar atuações melhores depois de julho.

Duas partidas foram realizadas às 15 horas. No campo 2, o Machado, Meyer, Sendacz e Ópice Advogados manteve sua liderança ao vencer o Felsberg, Pedretti, Mannrich e Aidar - Advogados e Consultores Legais por um a zero. O destaque ficou por conta das boas atuações de Daniel Martini e Fernando Peluso, capitão do time. Eles foram responsáveis por segurar o ímpeto ofensivo do Felsberg na segunda etapa e garantir a vitória da equipe tetracampeã da liga. De acordo com o técnico Robson Nascimento, o Felsberg evoluiu no campeonato e tem chances reais de obter uma classificação para a etapa final. Hoje, o time ocupa a quinta colocação da tabela, com cinco pontos conquistados em quatro jogos. O time conta com a terceira melhor defesa do campeonato, com apenas três gols sofridos.

Enquanto MMSO e Felsberg lutavam, no campo 3, Pinheiro Neto Advogados e Demarest e Almeida Advogados protagonizaram uma partida nervosa, dominada pelas faltas e reclamações de ambos os lados. No final, o Pinheiro Neto venceu por um a zero, gol marcado em bela cobrança de falta. O técnico Maurício Medeiros gritou durante todo o jogo, mas sua equipe pecou nos erros de passe e esbarrou na firme defesa do Pinheiro, que está agora na terceira colocação, a cinco pontos do vice-líder. Já o Demarest manteve o quarto lugar, com sete pontos conquistados em quatro jogos.

Sentado em baixo de uma árvore, observando atentamente a partida entre o Felsberg, Pedretti, Mannrich e Aidar - Advogados e Consultores Legais e MMSO, estava o advogado Carlos Miguel Aidar. Atual sócio do escritório Felsberg, Aidar foi presidente do São Paulo Futebol Clube entre 1984 e 1988. Para ele, a Liga Jurídica não só integra os escritórios de advocacia de São Paulo como também proporciona momentos importantes de descontração para os profissionais. “É muito salutar esse convívio fora do exercício da profissão. A meu ver, trata-se de uma iniciativa muito boa”, analisa. Aidar conta ainda que há uma integração interessante entre os departamentos do escritório Felsberg por causa da Liga. “É uma oportunidade ímpar de confraternizar. O campeonato movimenta o escritório”, comenta.

A Liga entra de férias e volta em agosto para a etapa final dos campeonatos.

Tozzini, Freire, Teixeira e Silva Advogados e Duarte Garcia, Caselli Guimarães e Terra Advogados

Mais informações, clique aqui.

______________

 

informativo de hoje

patrocínio

Bradesco

últimas quentes