Domingo, 24 de março de 2019

ISSN 1983-392X

Entenda o caso

Entenda, desde o início, o caso que envolve Vicente Leal

quinta-feira, 3 de abril de 2003

Entenda o caso

As investigações da Operação Diamante, da Polícia Federal, começaram há três anos, mas só vieram a público em dezembro do ano passado. A PF trabalhava para desbaratar uma das maiores quadrilhas de narcotráfico do país e gravou conversas de advogados e traficantes ligados ao ex-garimpeiro Leonardo Dias de Mendonça, denunciado por tráfico de drogas.

As conversas telefônicas levaram à prisão de 19 pessoas no fim de 2002 e revelaram indícios de um esquema de venda de habeas corpus em tribunais superiores. Nas gravações, Leonardo aparece negociando ações do tráfico e discutindo medidas judiciais com outros suspeitos.

Ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Vicente Leal é citado no relatório da Polícia Federal como integrante do esquema. Segundo a PF, o magistrado é mencionado, por meio de apelidos, nas conversas gravadas. Trabalhando na 6ªTurma do STJ, Leal concedeu dois habeas corpus a favor de Leonardo Dias de Mendonça. Reportagem
do jornal Estado de Minas, publicada também no Correio Braziliense, revelou que seu nome era citado no relatório da PF.

Além das gravações, pesam contra o ministro sua possível ligação com o ex-deputado federal Pinheiro Landim. Leal admite que conhece Landim ‘‘de encontros no aeroporto de Brasília’’, mas depoimento do motorista do ex-deputado à comissão de sindicância do STJ aponta para uma relação mais estreita. Pinheiro Landim renunciou ao mandato duas vezes em menos de dois meses para não ser cassado. Em uma das gravações, ele aparece discutindo com Leonardo Mendonça a entrada de um pedido de habeas corpus feita, supostamente, sem o seu aval.

De acordo com a Polícia Federal, a quadrilha de Leonardo de Mendonça teria ainda ligações com o desembargador do Tribunal Regional Federal, Eustáquio Silveira, e com a juíza Vera Carla, por meio de Igor Silveira, filho do desembargador. Eustáquio e Vera Carla têm seus nomes citados no relatório da Operação Diamante como integrantes do esquema e foram afastados de suas funções por determinação da sindicância criada no TRF. Igor aparece em gravações da PF discutindo ações e comentando decisões da 6ª Turma, a mesma de Vicente Leal.

____________

patrocínio

Bradesco

últimas quentes