Quinta-feira, 22 de agosto de 2019

ISSN 1983-392X

Cerimônia

Ministra Cármen Lúcia toma posse como presidente do TSE no dia 18

Magistrada será a primeira mulher a presidir o TSE em 67 anos de história da Corte.

terça-feira, 10 de abril de 2012

Está marcada para o próximo dia 18, às 19h30, a cerimônia de posse da ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha na presidência do TSE.

A ministra Cármen Lúcia será a primeira mulher a presidir o TSE em 67 anos de história da Corte. Na ocasião em que foi eleita para o cargo, no dia 6 de março, a ministra agradeceu a confiança dos colegas e se comprometeu em cumprir o cargo com "honestidade e absoluta dedicação" dando sequência ao trabalho de todos os presidentes anteriores buscando bem servir a República e os cidadãos brasileiros. O ministro Marco Aurélio foi eleito para exercer a vice-presidência.

Biografia

Nascida no dia 19 de abril em Montes Claros/MG, Cármen Lúcia Antunes Rocha é a terceira filha entre seis irmãos. Desde cedo, dedicou-se à carreira jurídica. Formou-se em Direito pela PUC/MG, é mestre em Direito Constitucional pela UFMG, especialista em Direito de Empresa pela Fundação Dom Cabral e ainda doutora em Direito de Estado pela USP.

Atuou como advogada, foi procuradora do Estado e professora da PUC/MG por mais de 20 anos, onde também coordenou o Núcleo de Direito Constitucional.

A ministra Cármen Lúcia é conhecida por sua eloquência e pela firmeza em suas decisões, falando fluentemente outros cinco idiomas: inglês, francês, italiano, alemão e espanhol.

A mineira é autora de extensa e profícua produção intelectual jurídica, tendo escrito sete livros e mais de 70 artigos em publicações especializadas. Foi também coordenadora de outras quatro obras e colaborou com diversos trabalhos coletivos que versam sobre o Direito.

No governo de Luiz Inácio Lula da Silva, em junho de 2006, ela foi empossada ministra do STF, sendo a segunda mulher a alcançar tal posto, assumindo a vaga deixada pelo ministro Nelson Jobim. Um ano depois, ela assumiu o cargo de ministra substituta do TSE, tendo ainda, em 2008, sido diretora da Escola Judiciária Eleitoral do TSE. Já em novembro de 2009, tomou posse como ministra titular do TSE no posto do ministro Joaquim Barbosa e, em abril de 2010, tornou-se vice-presidente da Corte.

leia mais

informativo de hoje

patrocínio

Bradesco VIVO
Advertisement

últimas quentes