Sábado, 25 de maio de 2019

ISSN 1983-392X

A VarigLog é vendida para fundo americano

quarta-feira, 24 de agosto de 2005

A VarigLog é vendida para fundo americano


Matlin Patterson acertou a aquisição de 95% da empresa, braço de carga da Varig. A Varig espera receber US$ 48 milhões pela venda da VarigLog até o fim do mês de agosto. A empresa aérea acertou os termos da venda de 95% da subsidiária para o fundo americano de private equity Matlin Patterson Global Advisers e depende agora da aprovação do juiz Alexander Macedo, da 8ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro. Ontem, Macedo se reuniu com três outros juízes empresariais para debater a proposta da Varig, mas a decisão final ainda não foi anunciada.

A venda da VarigLog terá que contar também com o aval da FRB-Par, que detém a maioria das ações da companhia. Neste sentido, o conselho de administração da Varig convocará uma assembléia de acionistas para aprovar a operação.

Para controlar a VarigLog, o fundo americano constituiu empresa brasileira, a Volo Logistics, para escapar da limitação legal de participação de estrangeiros em companhias aéreas, de 20%. O presidente da Varig, Omar Carneiro da Cunha, não soube explicar se a Volo ficará com 95% dos papéis da empresa de logística ou se o Matlin Patterson assumirá 20% e destinará 75% à Volo. Os 5% restantes pertencem ao fundo de pensão Aerus.

S
egundo Carneiro da Cunha, o Matlin Patterson avaliou a VarigLog em US$ 100 milhões. Descontados os passivos da empresa, o valor foi reduzido para US$ 40 milhões. O fundo pagará os US$ 38 milhões correspondentes a 95% da subsidiária.
___________

patrocínio

Bradesco VIVO
Advertisement

últimas quentes