Sábado, 21 de setembro de 2019

ISSN 1983-392X

Processos

AGU desiste de 2 mil recursos no TST

Iniciativa é respaldada por portaria que autoriza desistência no caso de execuções fiscais de contribuições previdenciárias.

sábado, 14 de abril de 2012

A AGU desistiu de 2.032 recursos apresentados no TST. A atuação foi do Departamento de Contencioso da Procuradoria-Geral Federal (Depcont/PGF) e beneficia o Judiciário, a AGU, e os trabalhadores envolvidos nas ações. As desistências evitam o desnecessário prolongamento de centenas de processos.

A iniciativa é respaldada pela Portaria AGU 1.642/10, que autoriza a desistência de recursos interpostos no caso de execuções fiscais de contribuições previdenciárias, decorrentes de acordos e condenações iguais ou inferiores a R$ 10 mil. Também estão incluídos recursos com tese conflitante com Súmula da AGU ou súmula vinculante do STF, bem como daqueles que não preenchem requisitos essenciais de admissibilidade.

O projeto foi apresentado ao Presidente do Tribunal, ministro João Oreste Dalazen, e está sendo executado, gradativamente, em todos os Gabinetes, mediante análise de autos físicos e eletrônicos.

A atuação do Depcont começou em agosto do ano passado, com visitas a cinco gabinetes. O trabalho gerou 395 desistências e foi bastante elogiado pelos ministros do tribunal.

A Coordenação-Geral de Cobrança e Recuperação de Créditos da PGF (CGCOB/PGF) está acompanhando o projeto para avaliar os resultados e coordenar o desenvolvimento de medidas similares junto aos TRTs.

patrocínio

Bradesco VIVO

últimas quentes