Domingo, 22 de setembro de 2019

ISSN 1983-392X

Falência

Credores do Banco Santos querem informações de Vânio Aguiar

Massa falida estaria custeando outros processos em que Vânio é administrador.

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Os credores do Banco Santos ajuizaram na 2ª vara de Recuperações e Falências de SP pedido para que Vânio Aguiar, administrador da massa falida, preste esclarecimentos acerca do trabalho que tem sido feito.

Segundo o representante do Comitê de Credores, alguns aspectos das prestações de contas da massa falida chamaram a atenção, como os gastos e despesas para manutenção de equipes das áreas administrativas, jurídica, tecnológica e outras. Os credores estão arcando, mensalmente, com mais de R$ 160 mil para manter essas equipes.

Entendeu adequado, este Comitê de Credores trazer o assunto à baila, dedicando maiores esforços para compreender melhor como essa estrutura está alocada, como é custeada e qual a sua relação custo/benefício para os credores”, diz o pedido.

O Comitê constatou que Vânio Aguiar atua em outros oito processos semelhantes de falância e recuperação, bem como outros integrantes da equipe alocada à massa falida do Banco Santos.

"Em síntese, a sede da massa falida do Banco Santos vem sendo cumulativamente utilizada para outras atividades que não somente a administração da massa falida do Banco Santos". De acordo com o pedido, o grosso do custeio de todos esses outros processos, "a não ser que surjam informações complementares", sai do caixa da massa falida do Banco Santos.

Veja a petição.

Veja os documentos - parte 1.

Veja os documentos - parte 2.

Veja os documentos - parte 3.

  • Processo : 0065208-58.2005.8.26.0000

leia mais

patrocínio

Bradesco VIVO

últimas quentes