Segunda-feira, 14 de outubro de 2019

ISSN 1983-392X

Opinião

José Sócrates, ex-primeiro ministro português, avalia o mensalão

De acordo Sócrates, Brasil ainda não possui os padrões de combate à corrupção que deveria.

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Conhecedor profundo da política internacional, o ex-primeiro ministro português José Sócrates afirmou que o mensalão é uma tentativa de macular o grande sucesso político obtido pelo governo Lula.

De acordo Sócrates, que foi primeiro ministro de Portugal de 2005 a 2011, a corrupção deve ser punida e o Brasil, infelizmente, ainda não possui os padrões de combate à corrupção que deveria.

Sobre o mensalão, sua opinião é clara no sentido de que a esquerda intelectual (representada por FHC) não se conforma com o fato de a esquerda obreira (leia-se Lula) ter obtido resultados muito mais auspiciosos. Ele mesmo confessou seu cepticismo quanto ao futuro do Brasil em 2003. Hoje, admira nossas conquistas e a forma como Lula conduziu as reformas sociais.

Sócrates asseverou ainda, evidenciando o momento vivido por nosso país, a grande oportunidade que o Brasil tem, diante da crise externa, de se firmar como líder mundial. Para ele, o país precisa enterrar definitivamente seu complexo de inferioridade e partir para ocupar lugar decisivo nas discussões mundiais.

informativo de hoje

patrocínio

Bradesco Advertisement VIVO

últimas quentes