Quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

ISSN 1983-392X

História

Bradesco celebra 70 anos e hoje é maior rede bancária do país

Fundado em Marília/SP, o banco é considerado um dos maiores do mundo em valor de mercado.

terça-feira, 12 de março de 2013

No último domingo, 10, o Banco Bradesco celebrou o 70º aniversário. Fundado em Marília/SP e presidido atualmente por um mariliense, o executivo Luiz Carlos Trabuco Cappi, o banco é considerado um dos maiores do mundo em valor de mercado.

A instituição lançou vídeo institucional em homenagem à data:

História

Em 1943 nascia o banco com os dizeres "Banco de Marília, Cooperativa Regional de Crédito" na placa. No mesmo local foi utilizado o primeiro caixa-eletrônico, que hoje está em exposição no museu anexo a unidade da Unesp.

A expansão do banco deu-se pelo interior, em cidades como Garça, Pompéia, Rancharia e Vera Cruz. "Lembrar e respeitar nossa origem e história foi fundamental no processo de crescimento e desempenho positivo do Bradesco", contou Lázaro de Mello Brandão, presidente do conselho de administração, em entrevista ao Jornal Diário.

A história da instituição foi pautada pela "determinação em oferecer serviços e produtos bancários a todos os cidadãos, em todo o território brasileiro."

Amador Aguiar foi quem fundou a empresa, com uma visão inovadora: ser um banco democrático, presente em todo o país, a serviço de seu desenvolvimento econômico e social.

Para isso, atende aos imigrantes, lavradores e pequenos comerciantes, além do público tradicional das casas bancárias, formado por empresários e grandes proprietários de terras.

Os gerentes ensinam os clientes a preencher cheques e o banco é o primeiro do país a receber o pagamento de contas de energia elétrica.

Com o crescimento das operações, a Matriz é transferida para o centro da capital paulista e as ações do banco começam a ser negociadas na Bolsa de Valores.

Folheto de anúncio publicitário da Conta Juvenil

Fundação Bradesco

Em apenas oito anos de existência, o Bradesco assumiu a liderança entre os bancos privados no Brasil, com seguidos recordes de depósitos. E em 1956 cria a instituição que daria origem à Fundação Bradesco, que nas últimas décadas formou e capacitou mais de 660 mil alunos.

Com modalidades de cursos presenciais e à distância, a Fundação já prestou mais de 4 milhões de atendimentos, desde a sua criação.

Décadas de história

Nos anos 60, o Banco Bradesco lançou o primeiro cartão de crédito do Brasil. Outra inovação foi a incorporação da tecnologia: no início da década, quando poucas pessoas sabiam o que era informática, o banco comprou um computador com alta tecnologia para a época, um IBM 1401, com 4K de memória. Até o fim da década, todas as agências estavam interligadas por telex.

Na década de 70, entra em cena nova ferramente para facilitar a vida dos correntistas: é lançado o débito automático em contas de água, luz e telefone para empresas.

Anos 80 e o banco adquire os maiores computadores do mundo, lança o primeiro cartão magnético do país, implanta o conceito de operações em tempo real e o primeiro banco automático – o Bradesco Instantâneo Dia e Noite, no aeroporto de Congonhas.

Nos anos 90, começa a utilizar fibra ótica, laser e implanta a primeira rede de alta velocidade de longa distância do País – integrando voz, dados e imagens. Todas as Agências e Máquinas de Autoatendimento são interligadas on-line, em tempo real. O Bradesco estava pronto para inaugurar a internet comercial no Brasil.

A sustentabilidade passa a ser perseguida nos anos 2000, e em parceria com o Governo do Amazonas, o Bradesco torna-se cofundador da Fundação Amazonas Sustentável – FAS, entidade sem fins lucrativos criada para preservar a Floresta Amazônica e contribuir para o seu desenvolvimento sustentável. Também lança o Bando do Planeta, conceito que define o novo posicionamento para as ações socioambientais da Organização, entre outras iniciativas.

_____________

informativo de hoje

patrocínio

Bradesco VIVO
Advertisement

últimas quentes