Segunda-feira, 19 de agosto de 2019

ISSN 1983-392X

Justiça de Ribeirão Preto/SP deflagra operação contra quadrilha de lavagem de dinheiro

x

segunda-feira, 7 de novembro de 2005


Justiça de Ribeirão Preto/SP deflagra operação contra quadrilha de lavagem de dinheiro

Vinte e oito mandados de prisão e 38 ordens de busca e apreensão foram determinados pelo juiz da 4ª Vara da Justiça Federal de Ribeirão Preto/SP, Augusto Martinez Perez, nos Estados de São Paulo e Rio Grande do Sul para serem cumpridos pela Polícia Federal. O principal objetivo é desmantelar uma quadrilha internacional que atua nos Estados Unidos, Uruguai e Brasil e tem como integrantes ex-policiais civis.

A "Operação Plata" foi informada na sexta-feira pelo juiz Augusto Perez ao presidente do STJ, ministro Edson Vidigal, e à presidente do TRF da 3ª Região, desembargadora Diva Malerbi. Essa operação é desdobramento da ação intitulada "Lince" e acontece no mesmo dia em que a região formalizou a especialização da 4ª Vara Federal em crimes de lavagem de dinheiro.

De acordo com o relato do juiz Martinez Perez, duas apreensões feitas contra a quadrilha meses atrás resultaram em R$ 3 milhões e mais de 500 chipps. A quadrilha, entre o combate a outros crimes, atua no contrabando de componentes eletrônicos. Por questão de segurança das autoridades envolvidas e para permitir o sucesso da operação, os nomes dos integrantes desse grupo organizado estão mantido em sigilo.

"Essa vara especializada em crimes de lavagem de dinheiro se torna mais efetiva a partir dessa operação que hoje foi deflagrada. É preciso que se amplie ainda mais a presença da Justiça Federal no interior brasileiro", disse o ministro após tomar conhecimento dos detalhes da operação iniciada na madrugada de sexta-feira.

De acordo com o juiz Augusto Perez, no desenrolar das investigações, descobriu-se o poderio desse grupo organizado. "A cada tapete que se levanta, aparece uma surpresa", afirmou o magistrado.

Segundo o ministro Vidigal, a operação mostra o perigo desse bando que iniciou as atividades criminosas em Ribeirão Preto e atualmente se espalhou pela Região Sul. O ministro Vidigal destacou também a importância da participação da Polícia Federal como forma de assegurar o sucesso da operação de combate ao crime organizado nessa região.

________________

informativo de hoje

patrocínio

VIVO

últimas quentes