Domingo, 17 de novembro de 2019

ISSN 1983-392X

História

CNJ lança portal para reunir acesso à memória do Judiciário

Portal concentrará os endereços das páginas na internet onde os tribunais disponibilizam seus acervos.

sábado, 13 de julho de 2013

A história de todos os tribunais do país ao alcance com apenas um clique. Esse é o objetivo do CNJ ao lançar nesta semana uma página no seu portal na internet para reunir os links que dão acesso ao acervo documental e histórico das cortes de Justiça brasileiras. A inciativa integra o Proname - Programa Nacional de Gestão Documental e Memória do Poder Judiciário, desenvolvimento pelo CNJ desde 2009 para preservar a memória do Poder Judiciário.

Uma espécie de banco de dados virtual, o portal concentrará os endereços das páginas na internet onde os tribunais disponibilizam seus acervos. A proposta é reunir esses links em um único lugar, de forma a facilitar o acesso da sociedade à memória do Poder Judiciário.

Até o momento, o portal da memória do Poder Judiciário fornece os links de acesso aos registros judiciais, arquivísticos, museológicos e biblioteconômicos do STF, do STJ, do TST, do CJF, do CSJT e dos TJs dos Estados do AM, DF, RJ e SP.

Os tribunais e demais órgãos da Justiça interessados em incluir no portal as suas páginas de acesso à memória documental devem enviar um e-mail para proname@cnj.jus.br. Há um consenso de que a divulgação da história do Poder Judiciário e do conteúdo dos processos judiciais é importante, pois reflete a própria história da sociedade. O trabalho da Justiça não se encerra com os julgamentos dos processos.

patrocínio

Bradesco Advertisement VIVO

últimas quentes