Domingo, 24 de março de 2019

ISSN 1983-392X

Juiz abre inquérito para apurar crimes de lavagem de dinheiro e formação de quadrilha contra dono do Grupo Gazeta de Comunicação

x

segunda-feira, 28 de novembro de 2005

Juiz abre inquérito para apurar crimes de lavagem de dinheiro e formação de quadrilha contra dono do Grupo Gazeta de Comunicação

Veja abaixo na íntegra matéria publicada no site Olhar Direto sobre o inquérito que um juiz de Cuiabá/MT abriu contra o dono do Grupo Gazeta de Comunicação.

____________

O juiz Julier Sebastião da Silva, da Primeira Vara Federal de Cuiabá, determinou a abertura de inquérito policial federal para apurar crimes de lavagem de dinheiro, crime contra o sistema financeiro, participação em organização criminosa e delitos tributários contra o empresário João Dorileo Leal, dono do Grupo Gazeta de Comunicação (rádios, jornal e TV).

O inquérito foi aberto porque a quebra de sigilo bancário de João Dorileo Leal confirmou intensa movimentação com o ex-comendador João Arcanjo Ribeiro, considerado o chefe do crime organizado em Mato Grosso e que está preso no Uruguai.

O detalhe interessante é que as movimentações de maior volume ocorreram no mês de agosto, portanto, às vésperas da eleição de 2002, quando o senador Antero Paes de Barros (PSDB) disputou a eleição para governador, sendo derrotado por Blairo Maggi (PPS).

No total, o documento obtido pelo Olhar Direto com exclusividade, comprova uma movimentação de R$ 2,5 milhões entre maio de 1996 e agosto de 2002. As transações foram feitas pelas factorings de Arcanjo: Confiança, One Factoring, Cuiabá Factoring, Vip Factoring e Mundial.

O ex-contador de Arcanjo, Luiz Dondo Gançalves, já havia denunciado que a campanha de Antero Paes de Barros foi abastecida com dinheiro do crime organizado, conforme também denunciou o Olhar Direto com exclusividade.

Em carta, Dondo explica que o dinheiro era repassado para Dorileo Leal e para João Villar Garcia, um dos donos do jornal A Gazeta e da Construtora Triunfo, espécie de irmãs siamesas altamente beneficiadas no Governo de Dante de Oliveira (PSDB) com repasses milionários.

Informações de bastidores dão conta que os valores repassados para João Dorileo Leal estão muito acima do que consta do sigilo quebrado, envolvendo pessoas graduadas do governado Dante de Oliveira. O Olhar Direto já teve acesso a outros documentos e, em breve, vai publicar todos.

________________

patrocínio

Bradesco

últimas quentes