Domingo, 8 de dezembro de 2019

ISSN 1983-392X

Esporte

Caso Luis Suárez: advogado explica o que Barcelona e seleção uruguaia ainda podem fazer

Jogador foi punido por quatro meses por mordida durante jogo.

domingo, 13 de julho de 2014

A FIFA anunciou no dia 10 que seu comitê de apelação não aceitou o recurso apresentado pela Associação Uruguaia da Futebol para alteração da pena do atacante Luis Suárez, punido por mordida em jogador durante Copa do Mundo.

Sendo assim, a associação e o Barcelona, clube catalão que acaba de contratar o atacante, ainda podem apelar à Corte Arbitral do Esporte (CAS em inglês) para tentar reverter a punição.

De acordo com Octavio Fragata, sócio da área de Arbitragem de TozziniFreire Advogados, a análise empreendida pelo CAS é integral, ou seja o Tribunal Arbitral constituído na Corte poderá rever todas as provas e reduzir ou até mesmo eliminar a atual condenação do jogador, que prevê a não participação do centroavante em nove jogos da seleção uruguaia e 4 meses por qualquer clube filiado a uma federação nacional de futebol associada à FIFA.

Uma possibilidade que não deve ser descartada é pleitear pela suspensão da pena até o julgamento da apelação do CAS, tal qual ocorreu recentemente com o Asaffa Powell, corredor jamaicano suspenso por 18 meses depois de ser flagrado no exame antidoping. isso permitiria que o Suarez se apresente, treine e possivelmente jogue com a sua equipe até a decisão final do CAS.”

O Tribunal Arbitral do Esporte serve como uma entidade de apelação das decisões proferidas pelas entidades organizadoras, como a CBF e a própria FIFA, que se submetem a essa corte. Da decisão do CAS cabe apenas um recurso perante os tribunais suíços, mas cujo escopo é extremamente restrito.

_____________

leia mais

patrocínio

Bradesco VIVO

últimas quentes