Sexta-feira, 23 de agosto de 2019

ISSN 1983-392X

Resultado do sorteio da obra "Agravo contra as Decisões de Primeiro Grau – De acordo com a Lei 11.187/2005"

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2006


Sorteio de Obra


Migalhas sorteou dois exemplares do livro "Agravo contra as Decisões de Primeiro Grau – De acordo com a Lei 11.187/2005" (editora Método 128 p.), escrito e gentilmente oferecido por Gilberto Gomes Bruschi e Antonio Notariano Jr. Confira os ganhadores abaixo.


O presente estudo sobre o recurso de agravo, de acordo com a feição estabelecida pela recente Lei 11.187/2005, é atualíssimo, visto que pretende não só abordar a teoria geral do agravo cabível contra decisões proferidas em primeiro grau de jurisdição, mas também precisar os requisitos de admissibilidade, os efeitos e o processamento deste recurso à luz das alterações oriundas da Lei referida. (...)


As reformas da Lei 11.187/2005 integram um esforço já desta segunda "fase": a primeira onda de reformas fez que o número de decisões interlocutórias – e agravos de instrumento – se ampliasse significativamente. Cuida-se, agora, de reduzir a quantidade desses recursos e vedar expressamente o uso de agravos "internos" contra algumas decisões monocráticas proferidas no âmbito dos Tribunais. Certamente, a leitura da norma não revela que o legislador agiu com o desiderato de aprimorar a qualidade da tutela jurisdicional.


O trabalho dos processualistas Gilberto Gomes Bruschi e Antonio Notariano Jr. não cai nesta armadilha fácil, e tem o mérito de observar que, muitas vezes, as reformas podem conduzir a resultado negativo indesejado, até prejudicial à qualidade da tutela jurisdicional, se preocupadas apenas com a quantidade de trabalho da máquina judiciária.

José Miguel Garcia Medina

_____________________________


Ganhadores:

  • Ricardo Faria Rabelo, da Procuradoria da República/ES, de Vitória/ES
  • Brigida Bueno Maiolini Porto, da Copasa, de Belo Horizonte/MG

informativo de hoje

patrocínio

Bradesco VIVO
Advertisement

últimas quentes