Segunda-feira, 19 de agosto de 2019

ISSN 1983-392X

OAB/SP condena ofensas generalizadas a cartorários pela internet

quinta-feira, 16 de março de 2006


OAB/SP condena ofensas generalizadas a cartorários pela internet


O presidente da OAB/SP – Luiz Flávio Borges D’Urso – manifestou repúdio pela utilização do Orkut, comunidade de relacionamentos na internet, para difundir ofensas e discriminação contra cartorários. ou contra quem quer que seja. Segundo D’Urso, a facilidade de acesso e o anonimato permitem que pessoas utilizem este importante canal de informação e difusão de idéias para denegrir a imagem e o trabalho dos serventuários da Justiça. "Defendemos a liberdade de expressão, um dos pilares da democracia e do Estado Democrático de Direito. No entanto, não compartilhamos a criação de uma comunidade dentro do Orkut destinada a críticas generalizadas, ofensivas e discriminatórias aos cartorários. Aliás, por princípio os advogados repudiam a intolerância, o preconceito e a discriminação", diz D’Urso.


O presidente da OAB/SP ressalta que o tratamento de urbanidade sempre norteou as relações entre advogados, estagiários e cartorários . “ A desqualificação do trabalho prestado pelos cartorários e as ofensas generalizadas são inadmissíveis , assim como não se pode tolerar a violação das prerrogativas profissionais dos advogados. O clima de intolerância gerado pela comunidade - Eu odeio cartorário de fórum - em nada contribui para melhorar a Justiça e seus serviços, os quais passam pela necessidade de ampliação dos quadros de serventuários e de mais verbas para o Judiciário”, afirmou D'Urso.


Criado em 2004, o Orkut é uma rede social com cerca de 15 milhões de usuários cadastrados no mundo. Perto de 72% dos membros, cerca de 10 milhões, são brasileiros, que ocupam a primeira posição no ranking dos usuários.
____________

informativo de hoje

patrocínio

VIVO

últimas quentes