Sábado, 24 de agosto de 2019

ISSN 1983-392X

Senado dos EUA fecha acordo sobre lei de imigração

x

sexta-feira, 12 de maio de 2006

Senado dos EUA fecha acordo sobre lei de imigração

Acordo permite emendas para reduzir benefícios a imigrantes

O Senado dos Estados Unidos chegou a um acordo que abre caminho para a aprovação de uma lei que pode legalizar a situação de milhões de imigrantes no país.

Mas o entendimento dá aos republicanos o direito de fazer emendas que podem reduzir eventuais benefícios aos imigrantes.

A proposta também precisa ser conciliada com leis aprovadas no Senado que pedem que imigrantes ilegais estejam sujeitos a processo criminal.

Grupos de pressão que defendem os imigrantes convocaram uma manifestação em Washington para a próxima quarta-feira.

"Anistia"

Muitos republicanos na Câmara dos Representantes do Congresso americano encaram a proposta no Senado como uma anistia para quem violou a lei.

O líder da maioria republicana no Senado, Bill Frist, e o líder democrata, Harry Reid, chegaram a um acordo que permitirá que a proposta seja reapresentada na semana que vem, com amplo espaço para emendas.

A intenção dos senadores é que a proposta seja aprovada dentro de uma a duas semanas.

Frist e Reid também concordaram em formar uma comissão que procure unificar as propostas do Senado e da Câmara.

A proposta apresentada na Câmara prevê que imigrantes ilegais respondam a processo criminal e cria uma vasta barreira na fronteira dos Estados Unidos com o México.

A nova legislação gerou grandes passeatas de grupos de imigrantes e colocou a questão em evidência nas eleições de novembro para deputados.

__________

patrocínio

Bradesco VIVO
Advertisement

últimas quentes