Quarta-feira, 21 de agosto de 2019

ISSN 1983-392X

Itália afirma que pretende abrandar lei de imigração

x

terça-feira, 23 de maio de 2006

Itália afirma que pretende abrandar lei de imigração

O governo do novo premiê da Itália, Romano Prodi, anunciou ontem que pretende abrandar a política de imigração do país.

O ministro do Trabalho, Paolo Ferrero, disse que estuda meios de conceder a permissão de residência temporária aos trabalhadores que assumam sua condição de ilegais. "É praticamente impossível entrar na Itália de forma legal com nossa lei atual", afirmou.

A medida é criticada pela oposição, que teme uma "invasão" de imigrantes no governo Prodi. Apenas no último domingo, cerca de 800 imigrantes desembarcaram na ilha de Lampedusa.

Ferrero disse que a nova lei poderá servir para reforçar os cofres do Estado, por meio da tributação de salários que hoje são pagos clandestinamente.

O programa de imigração é uma promessa de campanha do novo governo de centro-esquerda e vai na contramão de outros países desenvolvidos, como França e EUA. 

__________

informativo de hoje

patrocínio

Bradesco VIVO
Advertisement

últimas quentes