Quarta-feira, 21 de agosto de 2019

ISSN 1983-392X

Supermercado responde por eventuais danos a veículos em seu estacionamento, entende TJ/RS

X

segunda-feira, 17 de julho de 2006

TJ/RS

Supermercado responde por eventuais danos a veículos em seu estacionamento

 

Ao proporcionar estacionamento para clientes, supermercado responde por eventuais danos que os veículos possam sofrer, pois assume o dever de guarda e proteção. O entendimento unânime é dos integrantes da 9ª Câmara Cível do TJ/RS, que condenaram a Companhia Zaffari Comércio e Indústria ao pagamento de R$ 5 mil, por danos materiais.

No dia 14/11/02, o consumidor foi fazer compras, por volta das 18h, com esposa e filhos, e deixou seu veículo – um Chevette ano 1988, modelo 1989 – no estacionamento coberto do supermercado, em Canoas. Alegou que ao verificar o furto do automóvel, acionou os funcionários da ré, que em nada lhe auxiliaram.

A Companhia sustentou que o cliente não comprovou que o furto se deu nas dependências de seu estabelecimento. Observou que o fato de a esposa ter feito compras no estabelecimento não significa que tenha se dirigido ao local motorizada, e que cabe ao cliente a efetiva comprovação dos fatos.

A desembargadora Iris Helena Medeiros Nogueira, relatora do recurso da Companhia, destacou os termos da Súmula 130 do STJ: “A empresa responde, perante o cliente, pela reparação de dano ou furto de veículo ocorridos em seu estacionamento”. Analisou, diante da verossimilhança das alegações do consumidor, que restou demonstrada a ocorrência do furto do automóvel no estacionamento da ré. “Como conseqüência desse fato, surge o dever de indenizar”, frisou.

Acompanharam o voto da relatora os desembargadores Luís Augusto Coelho Braga e Odone Sanguiné. A decisão integra a Revista de Jurisprudência do TJ/RS nº 255, do mês de junho de 2006.

Proc. 70014043947

____________

patrocínio

Bradesco VIVO
Advertisement

últimas quentes