Segunda-feira, 14 de outubro de 2019

ISSN 1983-392X

Advocacia feminina

Mulheres representam quase metade dos advogados do Brasil

De acordo com dados do Quadro de Advogados da Ordem, as mulheres totalizam 48% dos registros da OAB.

sexta-feira, 9 de março de 2018

Apesar de ainda ser minoria, o número de mulheres na área jurídica brasileira tem aumentado. De acordo com o Quadro de Advogados da OAB, no Brasil, atualmente, existem 1.144.196 advogados registrados na Ordem. Destes, 45% – pouco mais de 516 mil – são mulheres.

Dos 26 Estados do país, apenas dois são exceções: Rondônia e Pará tem maioria feminina entre os profissionais do Direito. Entretanto, a diferença é sutil em ambos os Estados.

Mas, se as mulheres ainda não representam a maioria entre os advogados do Brasil, há escritórios que andam na contramão desses números. É o caso da banca Paulo Reis Advogados Associados, que tem sede em Bebedouro/SP, e filiais em outras cidades do interior paulista e em Minas Gerais.

De acordo com a advogada Maria Elisa Perrone dos Reis, 62% dos 450 colaboradores do escritório são mulheres. Nos cargos de liderança elas ocupam 42% dos cargos – número que, apesar de não ser a maioria, está acima da média nacional de ocupação feminina no topo dos escritórios.

Segundo Maria Elisa, somente 37,8% dos cargos gerenciais no Brasil eram ocupados por executivas em 2016. A advogada destaca também que o perfil de RH que a banca segue contrasta com a realidade da advocacia brasileira e busca, em primeiro lugar, atender aos princípios de igualdade e respeito entre os gêneros.

"Em uma sociedade ainda marcada pela desigualdade de gênero, principalmente no mercado de trabalho, nosso escritório prima por respeitar a igualdade de direitos e deveres entre todos os cidadãos, repudiando qualquer tipo de discriminação ou preconceito."

________________

informativo de hoje

patrocínio

Bradesco Advertisement VIVO

últimas quentes